Banca de DEFESA: FILIPE VIANA DA SILVA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : FILIPE VIANA DA SILVA
DATA : 10/06/2021
HORA: 09:00
LOCAL: Canal do MHIST no Youtube
TÍTULO:

Representações do sertão nordestino na produção quadrinística potiguar (1992-2015)

 
 

PALAVRAS-CHAVES:

Quadrinhos. Representação. Sertão. Semiótica.

 
 

PÁGINAS: 155
RESUMO:

Problematiza representações do sertão nordestino, do sujeito sertanejo e de suas práticas culturais por meio da produção quadrinística de dois grupos artísticos do Rio Grande do Norte, Brasil. A análise abrangeu o conjunto de doze (12) revistas, onde se constatou representações sertanejas em vinte (20) narrativas. Neste universo de análise, dez (10) quadrinhos estão presentes em sete (07) edições da revista Maturi, do Grupo de Pesquisa em História em Quadrinhos (Grupehq), de Natal; e dez (10) quadrinhos estão presentes em cinco (05) publicações do Grupo Pau a Pique de Histórias em Quadrinhos (Grupphq), atual Associação Avoante de Cultura (AAC) da cidade interiorana de Currais Novos-RN: Estórias de Vaqueiros, Caos nas Tetas, Kueka, Quadrinhos Avoante e Kan kão. Utilizou a abordagem metodológica da análise semiótica, vinheta por vinheta, semelhante à feita por Umberto Eco, para o processo de decodificação dos signos gráficos, conforme define Antônio Cagnin. Para a compreensão do sertão nordestino, sobretudo, nas produções literárias, artísticas e culturais, incluindo os quadrinhos do último século, baseou-se em autores como Janaina Amado Erivaldo Neves, Durval Albuquerque Júnior, Tiago Bonato, Andrade Júnior, e, entre outros, Araújo Sá e Paulo Costa. Com a análise deste conjunto documental, espera identificar duas formas de representação do sertão nordestino, do sujeito sertanejo e de suas práticas culturais. Uma a partir do litoral, em que se apresentam estereótipos em torno de um espaço marcado pela seca, pobreza e miséria, ou mesmo, pelo gado frágil e faminto por falta de pasto; outra advinda do interior, onde o sujeito sertanejo é representado num espaço onde existe diversão, humor, alegria, bem como, perspectiva social e econômica, mesmo que ainda acompanhe estereotipias.

 
 

MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - ANTÔNIO FERNANDO DE ARAÚJO SÁ - UFS
Interno - 1759940 - FABIO MAFRA BORGES
Interno - 2432663 - HELDER ALEXANDRE MEDEIROS DE MACEDO
Interno - 1414328 - JOEL CARLOS DE SOUZA ANDRADE
Interno - 1718551 - LOURIVAL ANDRADE JUNIOR
Notícia cadastrada em: 31/05/2021 18:44
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2021 - UFRN - sigaa26-producao.info.ufrn.br.sigaa26-producao