História dos Sertões e o Cariri cearense

Conheça mais sobre o artigo "A Liça e as representações em torno do sertão no Cariri cearense: por uma História Intelectual dos Sertões", de autoria do mestrando Johhnys Jorge Gomes Alencar, do Programa de Pós-Graduação em História - Mestrado em História dos Sertões (MHIST-CERES-UFRN).
 
Resumo do artigo: Neste trabalho, busca-se analisar como se constituíram representações em torno dos sertões a partir da publicação do Jornal A Liça (1903) na cidade do Crato, localizada no sul do estado do Ceará. O periódico aqui analisado foi editado por José Alves de Figueiredo (1878- 1961), poeta, farmacêutico, intelectual e membro do Club Romeiros do Porvir, agremiação literária da qual o jornal era órgão. Analisa-se, portanto, como a noção de sertão/sertões foi veiculada pelo jornal; à quais elementos essas noções foram relacionadas quando colocadas em circulação; e, como os intelectuais da agremiação Romeiros do Porvir interpretaram essa categoria à luz da realidade cratense. O jornal A Liça (1903), objeto de exame nesse trabalho, é a principal fonte. As análises aqui propostas são realizadas a partir dos domínios temáticos e teóricos do que se nomeia neste trabalho, ainda que de forma ensaística, de História Intelectual dos Sertões.
 
O artigo foi publicado na revista História e Cultura, publicação eletrônica semestral editada por discentes do Programa de Pós-Graduação em História da Faculdade de Ciências Humanas e Sociais (FCHS) da Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” (UNESP) - Franca (v. 9, n 1 - 2020 - Dossiê Por uma história dos sertões: novas perspectivas e temporalidades sobre o “Brasil profundo”).
 
O mestrando Johhnys Jorge Gomes Alencar é bolsista CAPES e orientado pela Prof.ª Dr.ª Paula Rejane Fernandes.
 
 
Crédito da imagem: Augusto Pessoa (2011)
Notícia cadastrada em: 14/07/2020 19:37
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa05-producao.info.ufrn.br.sigaa05-producao