Banca de QUALIFICAÇÃO: DENNYS RAMON DE MELO FERNANDES ALMEIDA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : DENNYS RAMON DE MELO FERNANDES ALMEIDA
DATA : 13/09/2022
HORA: 14:30
LOCAL: PLATAFORMA REMOTA
TÍTULO:

INFLUÊNCIA DA VIA HIPPO NO REPARAO TECIDUAL INDUZIDO POR GEL DE PRÓPOLIS E GELEIA REAL NO TRATAMENTO DA MUCOSITE ORAL INDUZIDO QUIMICAMENTE EM MODELO MURINO.


PALAVRAS-CHAVES:

Mucosite oral. Fitoterápicos. Laser. Via Hippo


PÁGINAS: 30
RESUMO:

A via hippo é uma via de transdução de sinal altamente conservada que está implicada no desenvolvimento, homeostase e regeneração celular/tecidual. O ponto central da via é uma cascata de quinase que em mamíferos compreende diversas proteínas que geram uma rede de sinais culminando no direcionamento da função dos reguladores transcricionais YAP e TAZ. Estes, quando localizados no núcleo controlam a atividade de uma série de fatores de transcrição e essa ligação a estes fatores é responsável pela maioria das funções biológicas dirigidas por YAP/TAZ, incluindo fenótipos pró-tumorigênicos que surgem da sinalização desregulada da via Hippo. A YAP executa funções tecido específicas, a regulação de YAP, a ativação de MST1/MST2 auxilia no recrutamento, fosforilação e ativação de LATS1/LATS2. Subsequentemente, LATS1/LATS2 fosforila YAP criando um sítio de ligação para proteínas 14-3-3 que contribuem para manter YAP no citoplasma. Diante das importantes funções desta via, esta pesquisa pretende avaliar o perfil de imunomarcação de protéinas (YAP/LATS2) em mucosite oral (MO) quimicamente induzida pelo 5- fluoracil (5-FU), em modelo murino, sob o efeito da própolis (P) e da geleia real (GR) em comparação ao grupo sob ação isolada de fotobiomodulação (FBM). Serão utilizadas amostras de ratos machos wistar com mucosite oral quimioinduzida por 5-fluorouracil (5-FU) divididos nos seguintes grupos: controle (C) (sem tratamento), terapia de fotobiomodulação (FBM) (laser intraoral 6 J/cm2), gel de própolis (P) e geleia real (GR).  A análise da imunomarcação citoplasmática/nuclear será verificada em diferentes campos no epitélio da mucosa oral, tendo como referência as bordas da ferida ou a região onde existiu indício de dano tecidual prévio, além da área subjacente à ferida. Com isto, espera-se verificar se a via hippo exerce alguma influência nos efeitos de cicatrização/reparo da mucosite oral quimioinduzida e tratadas de diferentes formas.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 2220417 - CARLOS AUGUSTO GALVAO BARBOZA
Interna - 2492713 - ERICKA JANINE DANTAS DA SILVEIRA
Presidente - 1298808 - MARCIA CRISTINA DA COSTA MIGUEL
Notícia cadastrada em: 01/09/2022 10:54
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa22-producao.info.ufrn.br.sigaa22-producao