Banca de DEFESA: MARCELO LEITE MACHADO DA SILVEIRA

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : MARCELO LEITE MACHADO DA SILVEIRA
DATA : 06/09/2022
HORA: 14:00
LOCAL: DEPARTAMENTO DE ODONTOLOGIA - SALA DE REUNIÕES DA COORDENAÇÃO
TÍTULO:

Avaliação dos padrões cardiovasculares e da concentração sérica de catecolaminas em pacientes submetidos à cirurgia oral sob anestesia local com vasoconstrictor adrenérgico.


PALAVRAS-CHAVES:

Anestésicos locais; Epinefrina; Cardiopatias; Vasoconstritores; Cirurgia bucal.


PÁGINAS: 44
RESUMO:

Objetivos: Um ensaio clínico controlado e randomizado foi desenvolvido para avaliar os efeitos cardiovasculares do uso de anestésicos locais com vasoconstrictores (ALVC) em pacientes saudáveis e com hipertensão submetidos à exodontias utilizando lidocaína com epinefrina 1:100.000. Materiais e métodos: Vinte pacientes foram divididos em grupos experimental (GE – pacientes hipertensos) e controle (GC – pacientes normotensos). As variáveis analisadas foram a frequência cardíaca (FC), saturação de oxigênio (SO2), pressão arterial sistólica e diastólica (PAsis e PAdias), concentração sérica de catecolaminas (dopamina, epinefrina e norepinefrina), extrassístoles ventriculares e supraventriculares (ESV e ESSV respectivamente) e depressão do segmento do ST. Os dados foram colhidos em três momentos distintos (inicial, trans e final). Amostras de sangue foram coletadas para a mensuração das catecolaminas e um aparelho de Holter foi utilizado para coleta de dados do eletrocardiograma incluindo um período de avaliação de 24 horas pós-operatório. Foram utilizados o teste de Mann-Whitney para identificar diferenças entre os grupos e o teste de Friedman com o pós-teste de Wilcoxon ajustado para a avaliação intragrupos das amostras repetidas. Resultados: O GE apresentou menor SO2 no momento inicial (p = 0,001) enquanto a PAsis apresentou diferença estatística para os três momentos de avaliação com o GE apresentando os maiores valores. As ESV foram maiores para o GE no período de avaliação de 24 horas pós-operatório (p = 0,041). As ESSV e as catecolaminas séricas foram similares nos dois grupos. A análise intragrupo revelou diferença significativa na avaliação da PAsis para o GE com o período trans operatório apresentando os maiores valores. Já avaliação das extrassístoles demonstrou que o período de 24 horas pós-operatório teve a maioria dos eventos sendo que apenas o GC não apresentou diferença significativa para a variável ESV durante esse período (p = 0,112). Não houve depressão do segmento ST para nenhum dos grupos. Conclusões: As exodontias com o uso de ALVC podem ser realizadas de forma segura em pacientes hipertensos. A PAS deve ser monitorada nesses pacientes já que a pressão arterial sistólica apresentou alterações significativas durante o procedimento cirúrgico. As arritmias cardíacas e o nível sérico de catecolaminas não parecem ser alterados pelo procedimento cirúrgico. Além disso, as catecolaminas parecem não influenciar os padrões cardiovasculares nesse tipo de cirurgia.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 2379951 - ADRIANO ROCHA GERMANO
Externo ao Programa - 1221550 - WAGNER RANIER MACIEL DANTAS - UFRNExterno à Instituição - EDUARDO DIAS DE ANDRADE - UNICAMP
Externo à Instituição - FRANCISCO SAMUEL RODRIGUES CARVALHO - UFC
Externo à Instituição - RICARDO JOSÉ HOLANDA VASCONCELOS - UPE
Notícia cadastrada em: 23/08/2022 08:42
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa11-producao.info.ufrn.br.sigaa11-producao