Banca de DEFESA: ERICK GARCIA BULL

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : ERICK GARCIA BULL
DATA : 01/04/2019
HORA: 09:00
LOCAL: Sala de videoconferência do PoP/RN
TÍTULO:

INFLUÊNCIA DA CARCINICULTURA EM UM ESTUÁRIO TROPICAL SOB DIFERENTES CONDIÇÕES DE DESPESCA


PALAVRAS-CHAVES:

Viveiros de camarão. Qualidade da água. Modelagem hidrodinâmica. SisBaHiA®.


PÁGINAS: 134
RESUMO:

A carcinicultura, criação de camarões em viveiros, é frequentemente associada a degradação ambiental de corpos d’água costeiros por conta da elevada carga de matéria orgânica e nutrientes presente no efluente dos viveiros. O ajuste da descarga desses efluentes em relação ao tempo de residência, ao regime de maré, ao tamanho e à capacidade de assimilação do corpo receptor são medidas mitigadoras dos efeitos adversos promovidos pela atividade. Nesta perspectiva, modelos hidrodinâmicos e de qualidade da água são ferramentas úteis no suporte a decisões estratégicas sobre planejamento e gestão costeira. Entretanto, uma das dificuldades da aplicação dos modelos, em modelagens que incluam os lançamentos carcinicultura, é a obtenção de séries temporais de despesca, dado a aleatoriedade dos ciclos de cultivo em cada fazenda. O objetivo deste trabalho é analisar a influência dos efluentes das fazendas de carcinicultura em um estuário tropical, para diferentes cenários de lançamento dos efluentes, e avaliar a aplicabilidade de um modelo estocástico de geração de séries temporais de despesca. As simulações hidrodinâmicas e de qualidade da água foram realizadas usando o Sistema Base de Hidrodinâmica Ambiental (SisBaHiA®) e a área de estudo foi o estuário Potengi/Jundiaí-RN, pioneiro da atividade no Brasil. Vários cenários foram verificados: dois de referência, sem a atividade de carcinicultura; um cenário com despescas simuladas pelo gerador aleatório; e dois cenários com lançamentos concentradas nas marés de sizígia e de quadratura. Os resultados não indicaram diferenças representativas entre os cenários de despesca simulados, mostrando que as diferentes formas de manejo não interferem de forma significativa na qualidade da água do estuário; todos os cenários de despesca apresentaram respostas similares.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1222082 - ADA CRISTINA SCUDELARI
Externa à Instituição - CYNARA DE LOURDES DA NOBREGA CUNHA - UFPR
Externo à Instituição - MAURICIO FELGA GOBBI - UFPR
Externo à Instituição - PAULO CÉSAR COLONNA ROSMAN - UFRJ
Notícia cadastrada em: 21/03/2019 10:11
SIGAA | Superintendência de Informática - (84) 3215-3148 | Copyright © 2006-2019 - UFRN - sigaa08-producao.info.ufrn.br.sigaa08-producao