PPGEP/CT PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DE PRODUÇÃO CENTRO DE TECNOLOGIA Telefone/Ramal: (84) 3342-2255/402 https://posgraduacao.ufrn.br/pep

Banca de DEFESA: LARISSA PRACA DE OLIVEIRA - (Retificação)

Uma banca de DEFESA foi cadastrada pelo programa.

DISCENTE: LARISSA PRACA DE OLIVEIRA

DATA: 30/07/2010

HORA: 00:00

LOCAL: Auditório do CT

TÍTULO:

TRABALHO, NUTRIÇÃO E SAÚDE: A IMPORTÂNCIA DE UMA ALIMENTAÇÃO EQUILIBRADA PARA A REALIZAÇÃO DA ATIVIDADE E PROMOÇÃO DA SAÚDE DOS JANGADEIROS


PALAVRAS-CHAVES:

Nutrição. Análise Ergonômica do Trabalho. Jangadeiros


PÁGINAS: 182

GRANDE ÁREA: Engenharias

ÁREA: Engenharia de Produção

RESUMO:

A pesca artesanal com jangadas é caracterizada por imprevisibilidade, altos riscos e condições inadequadas de trabalho. As extensas jornadas de trabalho, o desgaste físico, alimentação inadequada, condições de higiene precárias, ausência de equipamentos de salvatagem e de instrumentos de trabalhos adequados, somadas a presenças de alterações no estado nutricional dos jangadeiros, contribuem para o quadro de insegurança em alto mar e agravos a saúde. O presente estudo teve como objetivo analisar a atividade de trabalho dos jangadeiros de Ponta Negra, Natal/RN, e verificar as condições de alimentação destes pescadores e suas implicações na saúde e desenvolvimento do trabalho. Para tanto, utilizou-se de uma metodologia baseada na Análise Ergonômica do Trabalho que emprega técnicas interacionais e observacionais como ação conversacional, escuta das verbalizações, protocolos de observação, registros fotográficos e vídeos. O roteiro dinâmico da ação conversacional foi elaborado a partir de pesquisas bibliográficas sobre a pesca artesanal, cultura e hábitos alimentares desta população e, análises globais na situação de foco e em duas situações de referência. Para a coleta de dados sobre a dieta habitual dos jangadeiros, bem como a análise quantitativa e qualitativa desta, utilizou-se como instrumento metodológico o Recordatório 24h e o Questionário de Frequência Alimentar (QFA). As repercussões desta alimentação para a saúde dos jangadeiros foi avaliada realizando-se uma avaliação nutricional. Como resultados constatou-se que os jangadeiros desenvolvem suas atividades com precárias condições de trabalho, saúde e alimentação. As práticas alimentares destes pescadores comprometem o desenvolvimento do trabalho, tornando-o ainda mais desgastante, além de contribuir para o surgimento de Doenças Crônicas não Transmissíveis.  A gestão da atividade , bem como a estrutura atual da embarcação, também contribuem para a adoção de práticas alimentares inadequadas durante o processo produtivo. Os dados deste estudo apontam para a necessidade intervenções adequadas de forma a auxiliar na recuperação e/ou manutenção do estado de saúde dos jangadeiros minimizando os reflexos das conseqüências dos distúrbios nutricionais para o desenvolvimento da atividade melhorando a qualidade de vida desta população.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - ANA VLADIA BANDEIRA MOREIRA - UFV
Presidente - 1298891 - MARIA CHRISTINE WERBA SALDANHA
Externo à Instituição - MARIO CESAR RODRIGUEZ VIDAL - UFRJ
Externo ao Programa - 2626634 - PAULO MOREIRA SILVA DANTAS
Interno - 1217772 - RICARDO JOSE MATOS DE CARVALHO
Notícia cadastrada em: 27/07/2010 17:55
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa01-producao.info.ufrn.br.sigaa01-producao