PPGEP/CT PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DE PRODUÇÃO CENTRO DE TECNOLOGIA Telefone/Ramal: (84) 3342-2255/402 https://posgraduacao.ufrn.br/pep

Banca de DEFESA: ELDER PRATA VIEIRA PAIVA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : ELDER PRATA VIEIRA PAIVA
DATA : 27/08/2019
HORA: 09:00
LOCAL: Sala 222- CTEC
TÍTULO:

MÉTODO PARA DIAGNÓSTICO DO NÍVEL DE MATURIDADE DA GESTÃO DA MANUTENÇÃO EM IFES - UM ESTUDO DE CASO NA UFRN


PALAVRAS-CHAVES:

Ativos físicos; gestão da manutenção; nível de maturidade; IFES.


PÁGINAS: 160
RESUMO:

Os ativos físicos em uma universidade pública federal, assim como na indústria, exercem papel essencial para o cumprimento das atividades-fim dessas organizações. No Brasil, entre os anos de 2003 e 2014, o Governo Federal realizou elevados investimentos em infraestrutura na educação pública de nível superior através de vários programas de expansão com a construção de novos campi e a ampliação dos já existentes. Não obstante, desde meados de 2014 até o momento atual, o país enfrenta uma acentuada crise econômica que acabou acarretando na aprovação de uma emenda constitucional que limita os gastos públicos por até vinte anos. Em decorrência desses dois cenários consecutivos e contrapostos, o país possui hoje um amplo inventário de novos e antigos ativos físicos em universidades públicas federais, porém, com recursos restritos para realização adequada de serviços de manutenção, que são necessários para que esses ativos possam desempenhar suas funções requeridas de forma satisfatória. Inserida nesse amplo contexto que se inclina para o sucateamento dos ativos físicos nas universidades federais no decorrer dos anos, esta pesquisa apresenta um método para diagnosticar o nível de maturidade da gestão da manutenção de ativos físicos em uma instituição federal de ensino superior. Para atingir tal objetivo, foi realizado um estudo de caso único, aplicado na Universidade Federal do Rio Grande do Norte, suportado por uma triangulação de dados de múltiplas fontes, utilizando dois modelos de formulários, observação participante e investigação de documentos. Como resultado, a maturidade da gestão da manutenção obteve, segundo o gestor responsável pelo setor de manutenção da instituição estudada, um nível muito baixo comparado ao esperado, desfecho esse que foi reforçado pela triangulação dos dados utilizada na pesquisa.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - BRENO BARROS TELLES DO CARMO - UFERSA
Presidente - 2275732 - HERBERT RICARDO GARCIA VIANA
Interno - 1142787 - JOSE ALFREDO FERREIRA COSTA
Notícia cadastrada em: 26/08/2019 14:24
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa13-producao.info.ufrn.br.sigaa13-producao