PPGEP/CT PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DE PRODUÇÃO CENTRO DE TECNOLOGIA Telefone/Ramal: (84) 3342-2255/402 https://posgraduacao.ufrn.br/pep

Banca de DEFESA: FELIPE DE MENEZES PEREIRA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : FELIPE DE MENEZES PEREIRA
DATA : 25/02/2019
HORA: 14:00
LOCAL: Sala 222- CTEC
TÍTULO:

Otimização de um sistema fotovoltaico utilizando ferramentas de planejamento experimental.


PALAVRAS-CHAVES:

Energia Solar Fotovoltaica; Experimentos Fatoriais; Planejamento de Experimentos; Simulação; Sistemas Fotovoltaicos Conectados à Rede.


PÁGINAS: 85
RESUMO:

O Brasil, apesar de ter uma matriz energética considerada renovável, ainda possui uma produção de energia proveniente de sistemas fotovoltaicos considerada insignificante. A partir de marcos regulatórios da agência reguladora nacional, da elevação do preço na tarifa de energia e da queda do custo de instalação de sistemas fotovoltaicos, a produção de energia distribuída no país tem crescido consideravelmente. Sendo muitas as possibilidades de configuração de um sistema fotovoltaico conectado à rede elétrica em instalações residenciais, o objetivo deste trabalho é mensurar, através de simulações, o impacto da tecnologia do painel fotovoltaico (silício amorfo, monocristalino e policristalino), da potência nominal do módulo fotovoltaico (módulos de maior ou menor potência nominal) e da quantidade de inversores (um inversor central ou um inversor por string) na produção de energia e nas perdas do sistema por meio de um experimento fatorial completo. Além disso, como forma de validar o potencial fotovoltaico do Brasil e comparar o comportamento desse sistema nas diferentes condições meteorológicas nacionais, utiliza-se a técnica de agrupamento para definir as cidades para as quais seriam realizadas as simulações, sendo escolhidas Brasília, Curitiba, Manaus, Salvador e São Paulo. Como resultado, analisa-se o impacto de cada um dos quatro fatores (tecnologia do painel, potência nominal, quantidade de inversores e localização) em oito respostas típicas de um sistema fotovoltaico envolvendo energia produzida, rendimento, índices de produção e perdas do sistema. Conclui-se que a configuração com a tecnologia silício policristalino que utiliza painéis de maior potência nominal e apenas um inversor conectado se mostra a mais eficiente em todas as regiões, validando-se também o potencial de todo o país para a produção de energia fotovoltaica.


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 1217007 - ANDRE LUIS SANTOS DE PINHO
Presidente - 1218831 - CARLA ALMEIDA VIVACQUA
Externa à Instituição - LINDA LEE HO - USP
Interno - 2456706 - MARIO ORESTES AGUIRRE GONZALEZ
Notícia cadastrada em: 14/02/2019 09:24
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa05-producao.info.ufrn.br.sigaa05-producao