Banca de DEFESA: JACQUELINE FARIAS DE ALBUQUERQUE

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : JACQUELINE FARIAS DE ALBUQUERQUE
DATA : 23/12/2021
HORA: 16:00
LOCAL: meet.google
TÍTULO:


ESTRATÉGIA EDUCACIONAL SOBRE O ENSINO DA VENTILAÇÃO MECÂNICA PARA EQUIPE MULTIPROFISSIONAL DE UMA ENFERMARIA PEDIÁTRICA

 


PALAVRAS-CHAVES:

Palavras-Chaves: Educação. Ensino. Apredizagem. Respiração Artificial. Pessoal de saúde.


PÁGINAS: 114
RESUMO:

Crianças com determinadas doenças respiratórias crônicas comumente necessitam de internação hospitalar e, às vezes, de ventilação mecânica invasiva (VMI) para suporte à vida. Embora seja uma terapêutica corriqueira em unidades de terapia intensiva pediátricas, não é frequente nas enfermarias pediátricas a VMI. Estudos sugerem que os profissionais que cuidam de pacientes ventilados mecanicamente apresentam inseguranças e lacunas no conhecimento dessa temática. Assim, objetivou-se com este estudo implementar uma estratégia educacional para o ensino da VMI, centrada nas necessidades de aprendizagem da equipe multiprofissional da enfermaria pediátrica do Hospital Universitário Onofre Lopes. Para alcançar esse propósito, esta pesquisa exploratória de natureza qualitativa, caracterizada como uma Pesquisa Convergente Assistencial iniciou a investigação por meio da revisão integrativa de literatura sobre as práticas de ensino da VMI e seus efeitos na aprendizagem dos profissionais de saúde. Após desenvolveu quatro passos estratégicos: (1) pactuações na unidade; (2) grupos de convergência (GCs) para a identificação das necessidades de aprendizagem, ocorridos no período de junho a julho de 2021. Foram entrevistados, por meio de um roteiro semiestruturado, 30 profissionais distribuídos em 7 GCs. Após esse passo prosseguiu-se para organização e sistematização das falas transcritas, as quais foram exportadas para software ATLAS.ti® versão 9.0 para codificá-las e categorizá-las, conforme a técnica de análise segundo Trentini e Paim (2004), que consiste nas etapas de apreensão, síntese e teorização. Foi possível identificar 7 categorias emergidas dos dados: necessidades de temas de aprendizagem alinhadas ao contexto da prática assistencial; ênfase no conhecimento técnico da ventilação mecânica; respeito pelo repertório prévio; ênfase em atividades educacionais predominantemente manuais; aspectos estruturais para o planejamento da ação; preferências por abordagens metodológicas ativas e preferência pelo modelo de aula teórica expositiva. A partir disso, prosseguiu-se para os passos (3) planejamento e (4) realização da capacitação multiprofissional (CM), esta empreendida nos meses de agosto, setembro, outubro e novembro do ano vigente. Participaram da CM: 15 técnicos(as) de enfermagem, 17 enfermeiros(as) e 21 médicos(as). Os resultados apoiam que os GCs e CM favoreceram reflexões sobre as práticas assistenciais e oportunizaram uma experiência de aprendizagem significativa e problematizadora, estimulando o processo de conscientização crítica da realidade. Este estudo agregou à literatura com duas dimensões conceituais quanto ao processo de ensino-aprendizagem de profissionais no contexto pesquisado: (1) respeito pelos aspectos da realidade vivida dos profissionais, considerando o repertorio prévio do participante e (2) importância da participação coletiva na construção da CM, considerando que do próprio profissional é possível extrair elementos essenciais para uma prática educativa de temas complexos em saúde. Esse conhecimento concretizou-se na enfermaria pediátrica sob a forma de produções tecnológicas, a saber, a revisão integrativa de literatura, a própria CM e os materiais educativos de apoio (ebooks e jogos temáticos). A CM e os materiais educativos foram construídos com os profissionais e apresentam-se como frutos deste trabalho para a pesquisa científica e para a prática assistencial, contribuindo com a qualificação do cuidado às crianças ventiladas mecanicamente em ambientes de enfermaria.

 

 

 


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2200719 - MARIA CLAUDIA MEDEIROS DANTAS DE RUBIM COSTA
Interna - 2568454 - ELISANGELA FRANCO DE OLIVEIRA CAVALCANTE
Externa à Instituição - ROSANGELA DINIZ CAVALCANTE
Notícia cadastrada em: 21/12/2021 21:17
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa26-producao.info.ufrn.br.sigaa26-producao