Banca de DEFESA: KARYLANE RAYSSA DE OLIVEIRA PESSOA ARAUJO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : KARYLANE RAYSSA DE OLIVEIRA PESSOA ARAUJO
DATA : 20/09/2021
HORA: 08:30
LOCAL: Plataforma do Google Meet
TÍTULO:

PROCEDIMENTO OPERACIONAL PADRÃO DE AURICULOTERAPIA PARA MINIMIZAR QUADRO DE ANSIEDADE EM GRUPO DE TABAGISMO 


PALAVRAS-CHAVES:

Palavras-chave: hábito de fumar; Síndrome de Abstinência a Substâncias; saúde mental; terapias complementares; auriculoterapia.


PÁGINAS: 157
RESUMO:

O tabagismo é um importante problema de saúde pública e a redução da sua prevalência é desafiadora. O desejo de parar de fumar envolve aspectos multifatoriais e bastante complexos. Pessoas que desejam cessar o uso do tabaco lidam com os sintomas da síndrome de abstinência, onde predominantemente a ansiedade e a irritabilidade estão presentes. Objetivo: Implantar atendimento em auriculoterapia, vislumbrando o controle do quadro de ansiedade em pessoas que participam de grupo de enfrentamento ao tabagismo, em um serviço de saúde de uma Universidade Federal. Método: Trata-se de uma Pesquisa Convergente Assistencial (PCA), com caráter descritivo e exploratório, de abordagem qualitativa. A população dessa pesquisa correspondeu aos servidores da UFRN que participaram do grupo “mais saudável sem cigarro”, mas que ainda estavam em uso do tabaco. Para coleta de dados foram utilizados roteiro de anamnese, entrevista semiestruturada, Teste de Fagerström de Dependência à Nicotina e o Inventário de Ansiedade de Beck. Para realização da análise dos dados, foi feita análise do conteúdo, proposta por Minayo (2013). Resultados e discussão: A síndrome de abstinência à nicotina foi evidenciada pelos participantes como de difícil enfrentamento. A ansiedade, estresse e irritabilidade foram sintomas evidenciados em tentativas anteriores de cessação ao tabaco. Esses sintomas se confirmaram no estudo atual, porém relatados como de menor intensidade, tendo sido atribuído à auriculoterapia essa minimização dos desconfortos sentidos. A auriculoterapia foi vista como promotora de sensação de relaxamento, calma e controle de situações emocionais adversas, além de atuar na minimização de quadro de ansiedade e diminuição da vontade de fumar. Assim, os resultados desse estudo subsidiaram a recomendação da implantação da auriculoterapia em grupos posteriores. Considerações finais: A adoção de estratégias que possam auxiliar no enfrentamento à síndrome de abstinência é imprescindível para o sucesso no tratamento de tabagismo. A implantação da auriculoterapia em grupos posteriores na DAS/UFRN foi vislumbrada como positiva, essencial e viável. O Procedimento Operacional Padrão (POP) construído como produto desse trabalho, visa a continuidade e efetiva implantação dessa terapêutica como ferramenta de cuidado complementar ao grupo de tabagismo pré-existente.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2837302 - BIANCA NUNES GUEDES DO AMARAL ROCHA
Interna - 6350302 - ANDREA CAMARA VIANA VENANCIO AGUIAR
Externa à Instituição - ISABEL CRISTINA AMARAL DE SOUSA ROSSO NELSON - UERN
Notícia cadastrada em: 25/08/2021 16:43
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa06-producao.info.ufrn.br.sigaa06-producao