Banca de QUALIFICAÇÃO: ISABELLE CRISTINA BRAGA C CUNHA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : ISABELLE CRISTINA BRAGA C CUNHA
DATA : 12/07/2018
HORA: 08:00
LOCAL: ESCOLA DE SAÚDE - UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE
TÍTULO:

AVALIAÇÃO DA CULTURA DE SEGURANÇA DO PACIENTE EM UMA MATERNIDADE DO MUNÍCIPIO DE NATAL/RN


PALAVRAS-CHAVES:

Segurança do paciente. Cultura de segurança. Serviços obstétricos.


PÁGINAS: 50
RESUMO:

A preocupação com a segurança do paciente constitui-se como tema de relevância crescente no mundo e no Brasil, assumindo um espaço privilegiado nos serviços de saúde e mostrando a importância destes de criarem entre seus profissionais e gestores uma cultura de segurança onde todos assumam responsabilidades reduzindo a ocorrência de eventos adversos e melhorando a qualidade da assistência prestada. Percebe-se que ainda existem muitos desafios a serem superados e consequentemente são necessárias intervenções imediatas para tornar o cuidado mais seguro em todos os níveis de atenção à saúde. No que se refere aos serviços obstétricos, caracterizados como serviços que prestam assistência materna e neonatal, a importância de trabalhar para o alcance de uma assistência segura advém de uma realidade que ainda precisa avançar na qualidade de segurança no cuidado ao paciente, pois se percebe que muitos serviços obstétricos ainda não tem uma cultura de segurança instituída. Diante do que foi exposto, a pesquisa norteia-se pelo seguinte questionamento: existe uma cultura de segurança do paciente nos serviços obstétricos no município de Natal? Para respondê-la objetiva-se avaliar a cultura de segurança dos profissionais no serviço obstétrico no município de Natal, mensurar a cultura de segurança através de um instrumento validado, analisar a compreensão dos profissionais sobre segurança do paciente e descrever sua percepção sobre o impacto de seu trabalho na segurança do paciente. Trata-se de uma pesquisa descritiva e avaliativa, que será desenvolvida através da coleta de dados em um serviço obstétrico nos meses de maio a julho de 2018, utilizando o instrumento já validado intitulado de Pesquisa sobre Segurança do Paciente em Hospitais (HSOPSC) que avaliará a cultura de segurança dos profissionais envolvidos com a assistência. Após a coleta de dados será realizada a análise quantitativa dos dados utilizando o programa de análise estatística SPSS versão 20.0 e para análise qualitativa será utilizado o software IRAMUTEQ. A pesquisa seguirá todas as recomendações e preceitos éticos da Resolução n0 466 de 12 de dezembro de 2012 do Conselho Nacional de Saúde (CNS), que dispõe sobre os procedimentos éticos em pesquisa com seres humanos com apresentação aos participantes da pesquisa do Termo de Consentimento Livre e Esclarecido (TCLE). Portanto, ao final do estudo, propõe-se contribuir com o fortalecimento da cultura de segurança do paciente, sensibilizando os gestores e profissionais do serviço, assim como, produzir informações para subsidiar o planejamento de ações que contribuam para a prevenção de eventos adversos e contribuir para abertura do Núcleo de Segurança do Paciente no referido serviço. Desta forma, o trabalho pretende estruturar seus resultados na publicação de artigos que versarão sobre as percepções dos profissionais acerca dos eventos adversos no serviço obstétrico, análise da cultura de segurança do paciente no serviço obstétrico e relato de experiência sobre a implantação do núcleo de segurança do paciente em uma maternidade do município de Natal.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 3149599 - ANA CRISTINA ARAUJO DE ANDRADE GALVAO
Externo ao Programa - 2968746 - CLAUDIA CRISTIANE FILGUEIRA MARTINS RODRIGUES
Presidente - 2881512 - THEO DUARTE DA COSTA
Notícia cadastrada em: 28/06/2018 15:40
SIGAA | Superintendência de Informática - (84) 3215-3148 | Copyright © 2006-2018 - UFRN - sigaa01-producao.info.ufrn.br.sigaa01-producao