Banca de DEFESA: MATHEUS ANDRÉ COUTINHO FERREIRA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : MATHEUS ANDRÉ COUTINHO FERREIRA
DATA : 29/06/2021
HORA: 09:00
LOCAL: https://meet.google.com/dvk-pvgg-xej
TÍTULO:

Análise e desenvolvimento de sistemas embarcados para diagnóstico de doenças na Atenção Primária à Saúde


PALAVRAS-CHAVES:

Sífilis, Câncer, miRNA, sistema embarcado, Diagnóstico auxiliado por sistemas


PÁGINAS: 81
RESUMO:

Introdução: A Atenção Primária à Saúde (APS) exerce um papel fundamental no Sistema Único de Saúde (SUS), sendo uma organização dos serviços de saúde que atua de maneira assistencial no intuito de atender as necessidades da população. Na área da saúde, a implementação e utilização de sistemas é singularmente crítica devido à precarização da infraestrutura, baixa informatização dos serviços e consequentemente a falta de informações para a tomada de decisão. Problema: Profissionais especializados e equipamentos de alto custo são imprescindíveis para a realização do diagnóstico. Na maioria dos serviços da APS, são inexistentes ferramentas adequadas para realização de triagem e início da investigação de doenças, a resolubilidade dos problemas atendidos nesse nível de cuidado é comprometida, ocasionando o efeito cascata nos setores responsáveis pelos problemas de média e alta complexidade. Metodologia: Baseou-se no uso do framework Scrum para o gerenciamento de projeto cuja finalidade foi promover a análise e acompanhamento do desenvolvimento de sistemas embarcados. Inicialmente foi realizado o levantamento de requisitos com profissionais das diversas áreas do conhecimento, no intuito de compreender as necessidades que o sistema deveria abordar, a prototipagem para validação dos requisitos, assim como para apresentar a identidade visual do projeto. Por fim, dando início a modelagem do banco de dados utilizando o sistema gerenciador de banco de dados PostgreSQL, a implementação da interface do usuário e análise dos sistemas embarcados. Resultados e discussões: O referido estudo forneceu subsídios para o desenvolvimento e análise de sistemas embarcados de alta especificidade, baixo custo e rápida execução, adequando-se aos critérios de aplicabilidade e escalabilidade para o Sistema Único de Saúde (SUS), além de possuir interoperabilidade com o prontuário eletrônico do paciente (PEP), garantindo a otimização da gestão de informação aos serviços públicos de saúde. Conclusão: O sistema embarcado desenvolvido e analisados apresentaram benefícios relacionados ao diagnóstico, otimização do processo de acompanhamento ao longo da vida do paciente, geração de indicadores para tomada de decisão e redução de custos. Fato que contribui para indução de políticas públicas e ações do Ministério da Saúde.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 046.446.184-70 - ANTONIO HIGOR FREIRE DE MORAIS - IFRN
Interno - 010.655.474-39 - JOÃO PAULO QUEIROZ DOS SANTOS - IFRN
Externo à Instituição - JAILTON CARLOS DE PAIVA
Externo à Instituição - LEONARDO JUDSON GALVAO DE LIMA
Notícia cadastrada em: 18/06/2021 11:10
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa06-producao.info.ufrn.br.sigaa06-producao