Banca de DEFESA: GUSTAVO KLEBER BEZERRA COUTINHO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : GUSTAVO KLEBER BEZERRA COUTINHO
DATA : 21/12/2020
HORA: 10:30
LOCAL: on Line
TÍTULO:

SOS Sífilis: Aplicativo de celular para mapeamento das redes de atenção à sífilis


PALAVRAS-CHAVES:

Sífilis, Redes de Atenção, Aplicativo de celular, Flutter e PMAQAB.


PÁGINAS: 16
RESUMO:

A Sífilis é uma das infecções sexualmente transmissíveis (IST) mais comuns no mundo, com milhões de pessoas infectadas todos os anos, apesar de existirem medidas simples de prevenção através do preservativo e opções de tratamento eficazes e consideravelmente baratas. Em 2016, no Brasil, a sífilis se tornou um problema de saúde pública, necessitando de um mapeamento das redes de atenção específicos para à sífilis. Nos dias atuais o uso do celular se tornou unânimidade, a população esta cada vez mais ligada e dependente dessa tecnologia, de acordo com a 30ª Pesquisa Anual de Administração e Uso de Tecnologia da Informação nas Empresas, realizada pela Fundação Getúlio Vargas de São Paulo (FGV-SP), o Brasil possui 230 milhões de celulares ativos. O Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica (PMAQAB) tem como objetivo induzir a ampliação do acesso e a melhoria da qualidade da atenção básica fornecendo dados públicos que possam ser utilizados nessa melhoria. O estudo proposto teve como objetivo desenvolver um aplicativo que auxilie as Redes de Atenção à Sífilis a mapear informações sobre a infecção e assim melhorar o combate a sua proliferação. Nesse trabalho foi desenvolvido uma plataforma Mobile, com o framework Flutter em linguagem Dart, que irá extrair da plataforma PMAQAB, dados sobre as unidades de saúde que atuam no combate a Sífilis, em seguida, foi feita a integração com ferramentas Google capazes de informar a geolocalização dessas unidades de saúde, fornecer informações de acesso, além de suprir dados relacionadas a demanda do usuário do aplicativo. Com base no que foi exposto, podemos concluir que o Brasil falhou no combate a Sífilis e precisa de novos projetos capazes de melhorar a sua eficácia na proliferação dessa bactéria. Portanto, esse aplicativo pode auxiliar no mapeamento das redes de atenção à Sífilis além de se tornar um módulo para um sistema de gestão de casos, podendo mapear diversas outras doenças além da Sífilis.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1510735 - DANILO ALVES PINTO NAGEM
Interno - 1422699 - HERTZ WILTON DE CASTRO LINS
Externo à Instituição - JAILTON CARLOS DE PAIVA
Externo à Instituição - LEONARDO JUDSON GALVAO DE LIMA
Notícia cadastrada em: 14/12/2020 11:16
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2021 - UFRN - sigaa23-producao.info.ufrn.br.sigaa23-producao