Banca de DEFESA: CLÁUDIA EMÍLIA LANG

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : CLÁUDIA EMÍLIA LANG
DATA : 27/11/2018
HORA: 09:00
LOCAL: CTEC
TÍTULO:

MODELO DE GESTÃO ASSISTENCIAL PARA A REDE EBSERH BASEADO NA COGESTÃO, NÚCLEO INTERNO DE REGULAÇÃO, KANBAN E PAINEL DE INDICADORES


PALAVRAS-CHAVES:

Gestão hospitalar. Gestão colegiada. Sistema Kanban. Regulação em saúde. Núcleo Interno de Regulação.  Indicadores de saúde.


PÁGINAS: 116
RESUMO:

Introdução: A gestão hospitalar vem ganhando cada vez mais importância devido à ampliação dos sistemas de saúde e o aumento da complexidade da organização dos serviços hospitalares. Entretanto, ao longo de sua história, os hospitais públicos brasileiros, incluindo os universitários, foram conduzidos por uma gestão pouco qualificada, inclusive na área assistencial, onde se trabalha de forma individualizada, com pouca interação entre os profissionais envolvidos no atendimento ao paciente. No Brasil, os hospitais universitários têm importância fundamental na evolução do SUS, assim como na formação de recursos humanos atuantes nas práticas profissionais, no desenvolvimento de pesquisas e na incorporação de novas tecnologias para a saúde coletiva. Para melhorar a gestão dos HUFs, o MEC criou a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), instaurando metas de desempenho, prazos e indicadores, além de investir em recursos humanos, infraestrutura e tecnologia. Objetivos: Apresentar proposta de intervenção que consiste em difundir o passo a passo de um modelo de Gestão Assistencial para os hospitais universitários conveniados à rede Ebserh, baseado na cogestão e dispositivos como o Kanban, NIR (Núcleo Interno de Regulação) e painel de Indicadores. Materiais e Métodos: Pesquisa aplicada, qualitativa, num contexto de revisão bibliográfica do tipo Revisão Narrativa, com proposta de intervenção. A população é o conjunto de dispositivos e ferramentas de gestão na esfera assistencial dos hospitais e, a amostra se caracteriza pelos quatro dispositivos selecionados pela autora (Unidade de Produção/Cogestão, Kanban, Núcleo Interno de Regulação e Painel de indicadores) por entender que os mesmos se caracterizam como alicerce de um modelo de gestão hospitalar que, após implantado, poderá ser incrementado por outros dispositivos derivados destes. Resultados: Foram levantados 07 artigos sobre gestão hospitalar, 23 artigos e 03 livros sobre o tema de cogestão/gestão participativa, 07 artigos sobre a utilização da ferramenta Kanban em ambiente hospitalar, 11 artigos sobre a regulação intra-hospitalar de leitos e 10 sobre o uso de indicadores na gestão hospitalar. Destes, foram selecionados 21 para embasamento da proposta de intervenção. Produto: Modelo de Gestão Assistencial a ser implantado nos hospitais universitários da Rede Ebserh, que servirá como embrião ao desenvolvimento de uma assistência cada vez mais profissionalizada e qualificada. Conclusão: Observamos a pouca qualificação da gestão da assistência em saúde no serviço público brasileiro, refletido no baixo número de publicações sobre o tema, assim como a falta de capacitação dos colaboradores da área assistencial sobre a gestão dos seus processos de trabalho. Concluímos que a implementação de um Modelo de Gestão Assistencial para os hospitais universitários da Rede Ebserh, baseado na cogestão e em dispositivos básicos de gestão assistencial, proporcionaria uma qualificação da assistência baseada em inovação e evidência científica, trazendo qualidade e eficiência, além de proporcionar uma posição de destaque entre os hospitais públicos brasileiros.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - AGNALDO SOUZA CRUZ
Externo à Instituição - ALDAIR DE SOUSA PAIVA
Interno - 1752038 - CUSTODIO LEOPOLDINO DE BRITO GUERRA NETO
Presidente - 1229030 - HELIO ROBERTO HEKIS
Externo ao Programa - 2456706 - MARIO ORESTES AGUIRRE GONZALEZ
Notícia cadastrada em: 12/11/2018 10:10
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2021 - UFRN - sigaa12-producao.info.ufrn.br.sigaa12-producao