Banca de QUALIFICAÇÃO: PEDRO SAMUEL GOMES MEDEIROS

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: PEDRO SAMUEL GOMES MEDEIROS
DATA: 07/12/2012
HORA: 09:00
LOCAL: Sala 94 do Centro de Tecnologia - CT/UFRN
TÍTULO:

DESENVOLVIMENTO E CARACTERIZAÇÃO DE SOLUÇÕES TERNÁRIAS DE ÁGUA-GLICEROL-PROPILENOGLICOL COMO FLUIDO REFRIGERANTE SECUNDÁRIO


PALAVRAS-CHAVES:

Glicerina; Refrigerante Secundário Alternativo; Refrigeração Indireta; Propriedades Termofísicas; Solução Ternária, Biodiesel.


PÁGINAS: 80
GRANDE ÁREA: Engenharias
ÁREA: Engenharia Mecânica
RESUMO:

Atualmente o mundo está passando por transformações em sua matriz energética, onde há um destaque para o uso da agricultura para produção de combustíveis verdes, como bioetanol e biodiesel. A produção do biodiesel gera um co-produto, a glicerina, em que os produtores não tem ideia de o que fazer com o seu excedente. Várias pesquisas estão sendo desenvolvidas para nortear diferentes usos do glicerol (glicerina pura). O glicerol possui total solubilidade com a água e pode ser usado como aditivo anticongelante, reduzindo o ponto de fusão da água para ser aplicado como fluido térmico refrigerante em sistemas de refrigeração indireta e com termoacumulação. Também, o glicerol é uma matéria-prima alternativa na produção de propilenoglicol, um álcool de grande aplicabilidade industrial inclusive como anticongelante. Porém, o melhor álcool anticongelante é o etilenoglicol, um álcool tóxico derivado do petróleo. As soluções água-glicerol (AG) e água-propilenoglicol (AP) possuem propriedades termofísicas de qualidade inferior se comparadas às soluções água-etilenoglicol (AE). Esta pesquisa teve como propósito o desenvolvimento e caracterização de soluções ternárias água-glicerol-propilenoglicol (AGP) para aplicação como fluidos secundários com propriedades termofísicas desejáveis e competitivas com as soluções de água-etilenoglicol (AE). Modelos e equações preditivas foram usadas para prever o comportamento das soluções AGP e foram validadas a partir dos dados das soluções AG e AP. As seguintes propriedades termofísicas foram avaliadas teoricamente: ponto de fusão, massa específica, calor específico e condutividade térmica. As concentrações para definir o ponto de fusão das soluções AGP foram definidas a partir da Lei de Raoult das propriedades coligativas, por meio do processo de abaixamento crioscópico. A análise matemática inicial mostrou que as soluções AGP possuem qualidades mais satisfatórias que as soluções AG e AP e competitiva o suficiente com a solução AE. A comprovação experimental foi feita a partir de ensaios para verificar as propriedades (massa específica, condutividade térmica e viscosidade dinâmica), comparando as soluções AG e AP em relação às soluções AGP. Os resultados experimentais comprovaram a viabilidade técnica do novo fluido secundário AGP, visto que suas propriedades termofísicas são pouco inferiores comparadas às soluções AE, e ainda são atóxicas e derivam de fontes renováveis.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 349577 - CLEITON RUBENS FORMIGA BARBOSA
Interno - 348122 - FRANCISCO DE ASSIS OLIVEIRA FONTES
Interno - 348080 - JOSE UBIRAGI DE LIMA MENDES
Externo ao Programa - 2654020 - KLEIBER LIMA DE BESSA
Notícia cadastrada em: 03/12/2012 18:17
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2020 - UFRN - sigaa22-producao.info.ufrn.br.sigaa22-producao