Banca de DEFESA: MOISES VIEIRA DE MELO

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: MOISES VIEIRA DE MELO
DATA: 09/07/2012
HORA: 14:00
LOCAL: Auditório do LABTEX - NTI/UFRN
TÍTULO:

RESPOSTA DA PILOSIDADE DE FIOS DE ALGODÃO AO DESGASTE DO VIAJANTE DE AÇO NITRETADO POR PLASMA NUM SISTEMA TÊXTIL ANEL/VIAJANTE


PALAVRAS-CHAVES:

Tribologia Têxtil, Fiação Anel, Algodão, Viajante, Nitretação a Plasma, Pilosidade, ANOVA, Mapa de Pilosidade H.


PÁGINAS: 115
GRANDE ÁREA: Engenharias
ÁREA: Engenharia Mecânica
RESUMO:

Este trabalho experimental mapeou a qualidade de fios de algodão produzidos em duas indústrias têxteis distintas, de acordo com as referências USTER® para avaliação da qualidade de um fio. Os resultados das médias de pilosidade H de amostras de fios representativas de cada produção diária foram testados usando ANOVA por meio da ferramenta estatística Statgraphics® Centurion XVI. Um mapa de pilosidade H foi projetado e construído sistematicamente para avaliar a qualidade de fios de algodão NE 30/1 cardados malharia produzidos durante toda a vida de viajantes, deslizando continuamente a 28 m/s e 42 m/s em dois filatórios, com 528 e 1.480 fusos, constituindo dois sistemas, A e B, respectivamente. Ensaios tribológicos de abrasão foram projetados e executados em Laboratório a 3,5 m/s, exercendo sete níveis de pressão de contato de Hertz para simular a zona de contato do sistema anel-viajante nitretado e analisá-la por Microscopia Eletrônica de Varredura para identificar mecanismos de desgaste desenvolvidos nos corpos-de-prova. Foram nitretados por duas condições distintas de processamento, C e D, lotes de 100 viajantes nitretados, para o sistema de fiação A e 740 viajantes nitretados (esquemas C e D) para o sistema B, os quais foram ensaiados experimentalmente, para comparar aos resultados da qualidade dos fios de algodão obtidos pelos viajantes convencionais. Parâmetros periódicos da Rugosidade Superficial, Rsm, e não-peródicos, Ra, Rq e Rz, da borda dos viajantes nitretados, ou não, na zona de contato com o fio produzido, foram medidos por AFM, Microscopia de Força Atômica, em duas condições, Novos e Desgatados após a sua vida em serviço. O Mapa de Pilosidade H desenvolvido nesta Tese mostrou ser uma ferramenta útil para uma ampla visualização da funcionalidade do viajante, da relevância da nitretação a plasma e da evolução da rugosidade superficial durante a sua vida em serviço. Os viajantes nitretados a plasma demonstraram vidas mais longas e produziram fios de algodão NE 30/1 cardados malharia com menores pilosidades H que aqueles obtidos pelos viajantes convencionais.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 349577 - CLEITON RUBENS FORMIGA BARBOSA
Interno - 1753067 - EFRAIN PANTALEON MATAMOROS
Presidente - 347080 - JOAO TELESFORO NOBREGA DE MEDEIROS
Externo à Instituição - JOSÉ DE ANCHIETA LIMA - IFRN
Externo ao Programa - 2764728 - NEIL DE OLIVEIRA LIMA FILHO
Externo à Instituição - ROBERTO SILVA DE SOUZA - IFRN
Notícia cadastrada em: 05/07/2012 14:15
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2020 - UFRN - sigaa10-producao.info.ufrn.br.sigaa10-producao