Banca de QUALIFICAÇÃO: DORIVALDA SANTOS MEDEIROS NEIRA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.

DISCENTE: DORIVALDA SANTOS MEDEIROS NEIRA

DATA: 14/10/2010

HORA: 15:00

LOCAL: Auditório do Setor de Aulas IV

TÍTULO:

DESENVOLVIMENTO DE UM COMPÓSITO DE ESPUMA DE POLIURETANA DE MAMONA E FIBRAS DE SISAL PARA FINS DE ISOLAÇÃO TÉRMICA


PALAVRAS-CHAVES:

Poliuretana, castor oil, fibra de sisal, compósito, isolamento térmico.


PÁGINAS: 92

GRANDE ÁREA: Engenharias

ÁREA: Engenharia Mecânica

RESUMO:

Fibras celulósicas como o sisal, coco, juta, algodão e alguns materiais de fonte natural como a carnaúba, têm sido usados na forma de tecido e não tecido na manufatura de materiais compósitos para fins de isolação térmica. No presente estudo, foi desenvolvido um material compósito utilizando mantas de fibras de sisal (Agave sisalana ) agulhadas e espuma rígida de poliuretana de óleo de mamona (castor oil). A fim de caracterizar e avaliar o compósito desenvolvido foram realizados ensaios de desempenho térmico e determinação das propriedades físicas e mecânicas e, os resultados foram comparados ao da espuma pura. Na fabricação das amostras foram considerados dois tipos de gramatura das mantas de sisal, 1100/1200 g/m2 e 1300/1400 g/m2. A poliuretana utilizada é disponível comercialmente e denominada RESPAN D40. Ensaios foram realizados para caracterizar a mantas de sisal, como a gramatura e a porcentagem de umidade das fibras. As resistências à compressão e à flexão das amostras de PU e PU/sisal foram determinadas, bem como a percentagem de absorção de àgua. Utilizando-se um condutívimetro fluximétrico, foram avaliados os valores da condutividade térmica das amostras e estes foram comparados aos materiais comumente utilizados para isolação térmica. Para análise do desempenho térmico, foi montado um aparato experimental composto de um tubo de aço e uma resistência interna (40 Ω) conectada a uma fonte regulável de tensão. Os resultados mostraram que o material compósito desenvolvido é tecnicamente útil para ser aplicado em sistemas de absorção e geração de calor (máximo 110ºC), além de apresentar propriedades físicas e mecânicas superiores à da espuma de PU pura.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1235107 - GEORGE SANTOS MARINHO
Externo ao Programa - 1764728 - NEIL DE OLIVEIRA LIMA FILHO
Interno - 1338331 - RAIMUNDO CARLOS SILVERIO FREIRE JUNIOR
Interno - 346998 - RASIAH LADCHUMANANANDASIVAM
Notícia cadastrada em: 05/10/2010 10:20
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2020 - UFRN - sigaa18-producao.info.ufrn.br.sigaa18-producao