Banca de DEFESA: BRENO CAMARA CAVALCANTI

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : BRENO CAMARA CAVALCANTI
DATA : 19/04/2021
HORA: 14:00
LOCAL: https://meet.google.com/buy-azgv-adm
TÍTULO:

Preparação de nanolubrificante POE/CuO/Óxido de Grafeno para utilização em sistemas de refrigeração


PALAVRAS-CHAVES:

nanolubrificante, refrigeração, óxido de cobre, óxido de grafeno


PÁGINAS: 105
RESUMO:

Nanofluidos de uma forma genérica consistem em uma mistura bifásica de partículas sólidas de dimensões nanométricas dispersas em um fluido-base. Na literatura, uma variedade de nanopartículas tem sido utilizada para investigar a capacidade de melhora das propriedades tribológicas e térmicas de lubrificantes obtendo-se resultados potencialmente interessantes. Este trabalho tem como principal objetivo a preparação de um nanolubrificante híbrido a partir de nanopartículas de óxidos de grafeno (OG) e cobre (CuO) na proporção de 1:1 e concentrações de 0,05; 0,1 e 0,2% em peso dispersas em óleo sintético polioléster comercial. As amostras foram submetidas a banho ultrassônico e a estabilidade destas foi avaliada visualmente através do método de sedimentaçãoa observação visual da sedimentação das nanopartículas.  A viscosidade dos nanofluidos foram mensuradas numa faixa de temperatura de 10 a 60°C. O desempenho tribológico foi avaliado através do teste High Frequency Reciprocating Rig (HFRR) do tipo esfera no disco a 50°C, obtendo valores para coeficiente de atrito, formação de filme lubrificante e diâmetro da escara de desgaste na esfera. O coeficiente de condutividade térmica foi medido método do fio quente transiente a 25°C. As temperaturas, pressões e potência elétrica de um refrigerador foram monitorados e comparou-se o sistema operando com lubrificante comercial e os nanolubrificantes. Em comparação com o fluido base puro, evidenciou-se uma mínima variação na viscosidade dinâmica, com tendência de aumento para maiores concentrações de nanopartículas, redução de até 24% na escara de desgaste e 15% no coeficiente de atrito além de pequeno aumento de até 2% para coeficiente de condutividade térmica. Observou-se redução na potência elétrica consuma pelo compressor operando com nanolubrificante de até 4,1% e aumento no COP de até 4,7%.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1481705 - SALETE MARTINS ALVES
Externo ao Programa - 349577 - CLEITON RUBENS FORMIGA BARBOSA
Externo à Instituição - ENIO PEDONE BANDARRA FILHO - UFU
Notícia cadastrada em: 04/04/2021 14:19
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2021 - UFRN - sigaa06-producao.info.ufrn.br.sigaa06-producao