Banca de QUALIFICAÇÃO: ERIC RAMALHO FERREIRA DE CARVALHO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : ERIC RAMALHO FERREIRA DE CARVALHO
DATA : 29/07/2019
HORA: 09:00
LOCAL: Laboratório de Manufatura – NTI/UFRN
TÍTULO:

Estudo do desempenho de nanolubrificantes na usinagem do aço ferramenta ABNT D6


PALAVRAS-CHAVES:

Nanofluidos, MQL, Usinagem


PÁGINAS: 73
RESUMO:

Os fluidos de corte convencionais são largamente utilizados nos processos de usinagem devido a suas propriedades lubri-refrigerante. A utilização desses fluidos, embora bastante vantajosa ao processo, vem sendo questionada devido a presença de elementos tóxicos em sua composição, que causam danos ao meio ambiente e à saúde humana. A preocupação ambiental e com questões de saúde humana vem fazendo com que legislações sejam criadas em diversos países restringindo o uso de certos produtos ou componentes considerados prejudiciais, isso, juntamente ao fato dos altos custos envolvidos no consumo de fluidos de corte convencionais vem motivando pesquisadores ao redor do mundo a desenvolver métodos alternativos de lubrificação nos processos de usinagem. Esse trabalho tem como objetivo geral avaliar e comparar o desempenho de três nanolubrificantes de mesma base vegetal (óleo de soja epoxidado) e diferentes nanopartículas (CuO, aC:H e CuO + aC:H), no torneamento com MQL, do aço  ferramenta ABNT D6, utilizando ferramenta de PCBN, buscando assim apresentar alternativas sustentáveis e eficientes para a usinagem de aços de elevada dureza. Para atingir o objetivo geral, serão realizados ensaios de torneamento sob diferentes condições de lubrificação (Jorro, MQL e MQNL), serão feitas análises de rugosidade, desgaste da ferramenta e morfologia do cavaco. Até o momento foram realizados ensaio apenas com o Jorro e o MQL. A condição de lubrificação com jorro apresentou uma redução de 18,3% na rugosidade quando comparado ao MQL. Do ponto de vista da vida útil da ferramenta, a análise estatística feita com base nos dados coletados não permite que se afirme qual condição de lubrificação teve melhor desempenho. Até o momento pode-se concluir que o óleo de soja epoxidado aplicado com MQL teve desempenho satisfatório, se aproximando dos resultados obtido lubrificação com jorro.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1481705 - SALETE MARTINS ALVES
Interno - 1792669 - ADILSON JOSÉ DE OLIVEIRA
Interno - 1545410 - ANDERSON CLAYTON ALVES DE MELO
Notícia cadastrada em: 24/07/2019 16:07
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2020 - UFRN - sigaa21-producao.info.ufrn.br.sigaa21-producao