Banca de DEFESA: JOELTON FONSECA BARBOSA

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : JOELTON FONSECA BARBOSA
DATA : 22/07/2019
HORA: 08:30
LOCAL: Sala 414 do CTEC - UFRN
TÍTULO:

DESEMPENHO DE MODELOS DE VIDA DE FADIGA E UM NOVO DIAGRAMA DE VIDA CONSTANTE APLICADO A MATERIAIS E DETALHES ESTRUTURAIS


PALAVRAS-CHAVES:

Fadiga; tensão média; alto ciclo; redes neurais.


PÁGINAS: 85
RESUMO:

As falhas mecânicas de equipamentos e componentes de máquinas provocam perda de desempenho da função requerida e paradas inesperadas, ocasionando um aumento na necessidade de manutenções corretivas, o que eleva os custos de manutenção e diminui a confiabilidade dos sistemas mecânicos. O efeito da tensão média desempenha um papel importante na predição da vida à fadiga, sua influência altera significativamente o comportamento de fadiga de alto ciclo (HCF), diminuindo diretamente o valor do limite de fadiga com o aumento da tensão média. As descontinuidades geométricas – tais como mudança de secção transversal, furos, entalhes, canais de chavetas, entre outros – ocasiona um aumento considerável no valor das tensões nominais atuantes nas vizinhanças adjacentes do concentrador de tensão. Isso potencializa os efeitos da tensão médias positivas no dano ao longo do ciclo de vida do material, causando influência direta no cálculo do fator de redução da resistência à fadiga (Kf) do projeto. Inúmeros modelos empíricos, como o Gerber, Goodman, Soderberg e Morrow, foram desenvolvidos para corrigir o efeito da tensão média, mas apesar dos avanços não é verificado na literatura um modelo unificado que considere o comportamento estocástico da falha por fadiga que consiga predizer as tensões médias máximas suportadas na região de alto ciclo para o material com entalhe. Desta forma, o propósito deste trabalho é desenvolver um novo modelo de diagrama de vida constante probabilístico baseado em uma rede neural artificial aplicada para materiais metálicos e detalhes estruturais, capaz de estimar o fator de redução da resistência à fadiga para diferentes tensões médias. Os resultados mostram que rede neural treinada conseguiu determinar regiões de confiabilidade de operação do material sob os aspectos da tensão média, amplitude de tensão e do comportamento estocástico do número de ciclos até a falha. Além disso, foi possível estimar os valores do fator de redução da resistência à fadiga correspondente ao limite de resistência utilizando uma pequena quantidade de dados experimentais.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - ABÍLIO MANUEL PINHO DE JESUS - FEUP
Interno - 434906 - AVELINO MANUEL DA SILVA DIAS
Externo à Instituição - JOSÉ ANTÓNIO FONSECA DE OLIVEIRA CORREIA - FEUP
Externo ao Programa - 1378360 - MARCO ANTONIO LEANDRO CABRAL
Presidente - 1338331 - RAIMUNDO CARLOS SILVERIO FREIRE JUNIOR
Interno - 1445637 - WALLACE MOREIRA BESSA
Notícia cadastrada em: 18/07/2019 16:56
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2020 - UFRN - sigaa05-producao.info.ufrn.br.sigaa05-producao