Banca de DEFESA: ADEILSON DE OLIVEIRA SOUZA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : ADEILSON DE OLIVEIRA SOUZA
DATA : 16/07/2019
HORA: 14:00
LOCAL: Sala 8 da Escola de Ciências e Tecnologia - ECT/UFRN
TÍTULO:

AVALIAÇÃO DAS PROPRIEDADES MECÂNICAS E DE BARREIRA DE FILMES DE EVA/ARGILA


PALAVRAS-CHAVES:

EVA, argila, propriedades mecânicas, propriedades de barreira


PÁGINAS: 98
RESUMO:

Filmes poliméricos a base de etileno acetato de vinila (EVA) foram produzidos , bem como nanocompósitos de EVA e argila cloisite 20A. Tais filmes e nanocompósitos foram produzidos com dois tipos de solventes diferentes, clorofórmio e tetrahidrofurano pela técnica de evaporação do solvente. Composições de 3% e 5% de argila em massa com relação a massa do polímero foram utilizadas na produção dos nanocompósitos, tanto utilizando clorofórmio como solvente, como tetrahidrofurano. Para avaliar a influência do tipo de solvente e da adição de argila na matriz polimérica nas propriedades mecânicas e de barreira dos filmes foram utilizadas as técnicas de difração de raios – x, infravermelho por transformada de Fourier, ângulo de contato, taxa de transmissão a vapor d’água, análise termogravimétrica, calorimetria exploratória diferencial, Microscopia eletrônica de varredura e resistência a tração. A difração de raios-x mostrou uma dispersão da argila nos filmes. O infravermelho por transformada de Fourier mostrou que a adição de argila, bem como a utilização dos diferentes solventes não modificaram as bandas características do filme. A partir dos resultados obtidos pelo ensaio de transmissão de vapor d’água pode-se verificar um aumento das propriedades de barreira dos filmes com a adição de argila e uma maior homogeneidade nos resultados obtidos utilizando tetrahidrofurano como solvente. A caracterização por ângulo de contato mostrou que a adição de argila na matriz polimérica ocasionou mudança na hidrofobicidade dos filmes. A análise Termogravimétrica evidenciou um incremento da temperatura para início de degradação com a adição de argila. A análise por calorimetria exploratória diferencia evidenciou uma diminuição da cristalinidade com adição da argila. Já as temperaturas de fusão não tiveram mudança significativa. A análise por microscopia evidenciou estruturas densas dos filmes. A adição de argila promoveu um aumento de rigidez dos filmes.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2254759 - AMANDA MELISSA DAMIAO LEITE
Externa ao Programa - 1718775 - KALINE MELO DE SOUTO VIANA
Externo à Instituição - RENE ANISIO DA PAZ - UFCG
Notícia cadastrada em: 09/07/2019 15:56
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2020 - UFRN - sigaa22-producao.info.ufrn.br.sigaa22-producao