Banca de QUALIFICAÇÃO: MARCOS VINICYUS DE ARAÚJO OLIVEIRA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : MARCOS VINICYUS DE ARAÚJO OLIVEIRA
DATA : 07/12/2018
HORA: 10:30
LOCAL: Sala 414 - Prédio do CTEC
TÍTULO:

Efeito do material de ferramenta e das técnicas de lubrirrefrigeração na vida da ferramenta no fresamento do ferro fundido alto cromo


PALAVRAS-CHAVES:

fresamento, ferro fundido branco alto cromo, metal duro, nitrogênio líquido, emulsão, parâmetros tridimensionais de desgaste.


PÁGINAS: 65
RESUMO:

Componentes mecânicos aplicados à trituração de minérios, perfuração de poços de petróleo e aragem de solos precisam ser manufaturados em materiais com elevada resistência ao desgaste, à erosão e à corrosão. Exemplos típicos desses materiais são os aços-ferramenta, os aços-rápido e o ferro fundido branco com alto teor de cromo (FFBAC). Contudo, as características microestruturais desses materiais são um desafio para a usinagem, principalmente em relação ao FFBAC. Esse possui cerca de 28% de carbonetos do tipo M7C3 ancorados em uma matriz perlítica ou martensítica. As principais pesquisas na área na usinagem do FFBAC se concentram na aplicação do PCBN (Nitreto Cúbico de Boro Poliscristalino) no torneamento em função das elevadas taxas de desgaste e temperaturas nas arestas de corte. Contudo, no fresamento, as condições envolvem corte interrompido e um maior acesso da lubrirrefrigeração à região de corte. Neste caso, o uso de ferramentas de metal duro com cobertura associadas a diferentes lubrirrefrigerantes pode ser uma alternativa a viabilização do processo. O objetivo desta pesquisa é avaliar o efeito da classe de ferramenta de metal duro e das técnicas de lubrirrefrigeração na vida da ferramenta no fresamento do FFBAC. Duas classes de insertos de metal duro com cobertura (PVD-TiAlN e PVD-TiAlN2) e dois métodos de lubrirrefrigeração (emulsão em abundância e nitrogênio líquido – LN2) foram utilizados nos ensaios. O desgaste de flanco VB1 = 0,3 mm foi utilizado como critério de fim de vida, o qual foi avaliado com microscopia óptica. Também foram utilizados parâmetros tridimensionais de desgaste, com o objetivo de avaliar a remoção de material das arestas de corte. Os resultados mostraram a viabilidade da utilização do metal duro com cobertura como material de ferramenta no fresamento do FFBAC e que a aplicação do LN2 proporcionou um incremento à vida da ferramenta de duas a três vezes, comparado com a emulsão, dependendo da classe utilizada. Este resultado é atribuído a maior taxa de transferência de calor na região de corte quando utilizado o LN2.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1792669 - ADILSON JOSÉ DE OLIVEIRA
Interno - 1545410 - ANDERSON CLAYTON ALVES DE MELO
Externo ao Programa - 1792681 - ULISSES BORGES SOUTO
Notícia cadastrada em: 22/11/2018 14:20
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2020 - UFRN - sigaa04-producao.info.ufrn.br.sigaa04-producao