Banca de DEFESA: LUIS DE FREITAS ARAUJO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : LUIS DE FREITAS ARAUJO
DATA : 21/12/2017
HORA: 14:00
LOCAL: Laboratório de Manufatura - NTI/UFRN
TÍTULO:

ANÁLISE DA VIABILIDADE TÉCNICA E ECONÔMICA DE UM MINI-GERADOR FOTOVOLTAICO CONECTADO À REDE: UM ESTUDO DE CASO NO CAMPUS DO IFRN/SANTA CRUZ


PALAVRAS-CHAVES:

Energia Fotovoltaica; geração distribuída; Análise técnica; Análise econômica.


PÁGINAS: 80
RESUMO:

Informações advindas de empresas de pesquisa nacionais mostram que a matriz elétrica brasileira é composta quase em sua totalidade da energia hidrelétrica, em torno de 65%. No entanto há uma necessidade urgente na diversificação da nossa matriz de forma que haja uma maior segurança para o consumidor em períodos com escassez de chuva e, além disso, que essas variações na geração de energia elétrica se adaptem às discussões atuais referentes à baixa emissão de carbono além de garantir uma maior preservação ambiental. Nesse contexto, surge a energia solar fotovoltaica que, além de possuir um grande potencial na produção de eletricidade oriunda de um recurso inesgotável – o sol - ainda é uma fonte energética que contribui imensamente para a economia do país devido ao seu elevado índice de empregabilidade, com pouco mais de oito milhões de empregos gerados no mundo somente no ano de 2016. Apesar de ainda representar a menor parcela na participação da matriz energética elétrica nacional, a energia solar fotovoltaica começa a mostrar sinais de força e potencial em crescimento no cenário nacional desde a resolução 482 de 2012, atualizada pela norma 687 de 2015 que, juntas, incentivam e criam oportunidades mais acessíveis para o consumidor/gerador de pequeno porte. Com base nos conceitos de mini e micro geração distribuída, contidos nas normas supracitadas, o Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN) foi a primeira instituição de ensino pública no Brasil a aderir ao sistema de compensação energética regulamentado pela ANEEL e hoje já conta com 14 usinas em operação onde quatro encontram-se em projeto de ampliação e outras sete encontram-se em fase de instalação. Uma dessas usinas situa-se no campus da cidade de Santa Cruz localizada na mesorregião do agreste potiguar. A mesma possui um sistema de micro geração fotovoltaica conectada à rede com potência nominal de instalação de 84kWp e será tema de discussão nesse trabalho. Essa dissertação terá como objetivo uma análise técnica (através das análises da produtividade do sistema, produtividade de referência, desempenho global - performance ratio) e econômica (análise pelo método payback simples e descontado, Valor Presente Líquido – VPL e a Taxa Interna de Retorno - TIR) do micro gerador fotovoltaico com a finalidade de verificar o funcionamento atual do sistema e compara-lo com outros sistemas. Além de verificar a viabilidade econômica da instalação dentro do período de vida útil dos componentes do sistema fornecido pela empresa responsável pela instalação que é de 25 anos.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 349577 - CLEITON RUBENS FORMIGA BARBOSA
Externo à Instituição - ELIERTON EVANGELISTA DAS NEVES - PETROBRAS
Externo ao Programa - 348122 - FRANCISCO DE ASSIS OLIVEIRA FONTES
Externo ao Programa - 347936 - LUCIO ANGELO DE OLIVEIRA FONTES
Notícia cadastrada em: 11/12/2017 18:27
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2020 - UFRN - sigaa02-producao.info.ufrn.br.sigaa02-producao