Banca de DEFESA: ALEXANDRE BARBOSA BRUNO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : ALEXANDRE BARBOSA BRUNO
DATA : 07/08/2017
HORA: 10:00
LOCAL: Sala 414 do CTEC - UFRN
TÍTULO:

O MÉTODO K-MÉDIO EM CONJUNTO COM O MÉTODO DE DISTRIBUIÇÃO-K PARA SIMULAÇÕES DA TRANSFERÊNCIA DE CALOR POR RADIAÇÃO EM MEIOS PARTICIPANTES NÃO-UNIFORMES


PALAVRAS-CHAVES:

Transferência de calor por radiação, Meios não-uniformes, FSK, k- correlacionado, Simulação computacional.


PÁGINAS: 75
RESUMO:

A radiação térmica é um mecanismo de transferência de calor muito importante em pro- cessos que envolvem gases participantes, como CO2 e H2O, em temperaturas elevadas. Contudo, a solução exata linha-por-linha da transferência de calor por radiação em ga- ses participantes é computacionalmente dispendiosa. Uma das formas de abordagem para esse tipo de problema consiste na utilização dos métodos de distribuição-k, como o FSK e SLW, os quais são exatos quando aplicados a meios uniformes, mas possuem limitações no tratamento de meios não-uniformes. A aplicação do método FSK a meios não-uniformes requer a adoção da hipótese de k-correlacionado (resultando no método FSCK, Full spec- trum correlated-k distribuition). Isso resulta em um erro devido ao fato dos coeficientes de absorção de meios reais não serem verdadeiramente correlacionados. Diante disto, este trabalho propõe e investiga uma nova abordagem para considerar meios não-uniformes utilizando o método FSK e que não requer a hipótese de k-correlacionado. O método FSK aplicado em conjunto com a abordagem proposta foi denominado FSAK, (Full spectrum averaged-k distribuition). Com o objetivo de demonstrar a aplicação do novo método e analisa-lo, o mesmo foi utilizado na solução de uma série de casos teste envolvendo gases compostos por CO2 e espécies não participantes. Os resultados obtidos com o método FSAK foram mais precisos na presença de gradientes de temperatura e concentração das espécies químicas mais elevados, condições em que o FSCK torna-se menos preciso. Tam- bém verificou-se que o uso de diferentes procedimentos para o cálculo do coeficiente de absorção do método FSAK resultam em significativas diferenças entre os resultados, de- monstrando que diferentes procedimentos para o cálculo desses coeficientes podem levar a diferentes níveis de precisão, indicando que procedimentos para o cálculo da média que tornem o método mais preciso poderão ser encontrados em futuros trabalhos de pesquisa.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2014591 - ANDRE JESUS SOARES MAURENTE
Interno - 1753416 - EDUARDO JOSÉ CIDADE CAVALCANTI
Externo à Instituição - FRANCIS HENRIQUE RAMOS FRANÇA - UFRGS
Notícia cadastrada em: 27/07/2017 12:09
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2020 - UFRN - sigaa11-producao.info.ufrn.br.sigaa11-producao