Banca de QUALIFICAÇÃO: RENAN SÁVIO DE ALMEIDA COELHO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : RENAN SÁVIO DE ALMEIDA COELHO
DATA : 30/06/2017
HORA: 13:30
LOCAL: Sala 94 do Centro de Tecnologia - CFT/UFRN
TÍTULO:

INFLUÊNCIA DA MOAGEM DE ALTA ENERGIA E ADIÇÃO DE Nb NA DENSIFICAÇÃO E MICROESTRUTURA DE UM COMPÓSITO WC-Cu


PALAVRAS-CHAVES:

Moagem de alta energia, Sinterização, Pressão de compactação.


PÁGINAS: 77
RESUMO:

As propriedades únicas do compósito de matriz metálica de cobre (Cu) reforçada por dispersão de partículas de carboneto de tungstênio (WC) são de grande importância para várias aplicações industriais, devido à sua excelente resistência a altas temperaturas, boa resistência à corrosão e à fratura, ao mesmo tempo é quimicamente e termicamente muito estável, além de possuir excelentes propriedades de condutividade térmica e elétrica. Essas características tornam esse material promissor para fabricação de peças de contato elétrico de alta potência, eletrodos para soldagem, condutores de campo magnético pulsado, dispositivos de gerenciamento térmico e elétricos, mesmo a altas temperaturas. O trabalho investiga o efeito da moagem de alta energia na densificação e microestrutura dos compósitos WC-20%Cu e WC-18%Cu-2%Nb bem como nas suas propriedades físicas e mecânicas. A influência da temperatura de sinterização e a pressão de compactação dos pós preparados por moagem e mistura mecânica na densidade e nas propriedades de condutividade elétrica também foi averiguada. Um moinho Attritor de alta energia foi utilizado para efetuar os experimentos de moagem. Pós de WC, Cu e Nb na razão de 80, 20 e 2 por cento em massa foram colocados para moer em um recipiente com bolas de metal duro em meio seco, respectivamente. Os pós foram moídos a 900 rpm, com uma razão massa pó para bolas de 1:100 durante 1,5 horas e foram prensados a 200, 400 e 600 MPa em matriz uniaxial com 8mm de diâmetro. Os corpos verdes foram sinterizados a 1030 °C e 1150 °C por 60 min. em forno tubular resistivo sob atmosfera de nitrogênio. A microestrutura dos corpos sinterizados foi analisada por microscopia eletrônica de varredura. Para averiguar a presença de impurezas nos pós elementares e moídos foi  realizada análises químicas de FRX e EDS. A análise de DRX foi usada para detectar as fases presentes. Ocorreu uma amorfização das fases de Cu e WC e consequente diminuição dos cristalitos decorrente da moagem. A maior pressão de compactação e a maior temperatura de sinterização mostraram melhores resultados para condutividade elétrica dos corpos sinterizados.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2613355 - FRANCINE ALVES DA COSTA
Externo ao Programa - 345842 - UILAME UMBELINO GOMES
Externo à Instituição - ARIADNE DE SOUZA SILVA - UFRN
Notícia cadastrada em: 27/06/2017 17:36
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2020 - UFRN - sigaa13-producao.info.ufrn.br.sigaa13-producao