Banca de QUALIFICAÇÃO: ARNÓBIO BEZERRA DA SILVA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : ARNÓBIO BEZERRA DA SILVA
DATA : 19/12/2016
HORA: 14:00
LOCAL: Sala 02 do LABTEX - NTI/UFRN
TÍTULO:

ESTUDO TRIBOLOGICO DO DESGASTE DAS AGULHAS UTILIZADAS NAS MÁQUINAS DE COSTURA INDUSTRIAL


PALAVRAS-CHAVES:

Máquina de Costura, Agulha, Atrito, Temperatura, Desgaste, Qualidade.


PÁGINAS: 71
RESUMO:

O Processo da costura é um dos segmentos mais importantes na indústria de vestuário, sendo parte essencial na montagem da maioria dos produtos têxteis através de diversas maquinas industriais. O segmento de máquinas de costura industrial vem se desenvolvendo constantemente com evoluções tecnológicas, para melhoria do desempenho no setor de produção dos diversos produtos de confecções. Diante da variedade de maquinário para atender a gama de operações de costura existentes na confecção, faz-se necessário agulhas especificas e espessuras adequadas ao padrão dos diferentes tecidos existentes no mercado, objetivando a almejada qualidade na costura.
Por isso, é de suma importância atenção em relação a agulha da máquina de costura, sendo a troca da mesma essencial para se ter uma costura com qualidade; no entanto os operadores das máquinas só o fazem quando a percebem “rombuda”, torta ou quando ocorre a quebra. No estudo tribologico das agulhas, ou seja, do atrito gerado durante as operações na costura, constata-se que os desgastes físicos que ocorrem nelas prejudicam o ponto, danificando o tecido e a qualidade do produto, podendo até mesmo na insistência da utilização das mesmas desgastadas ocasionar também danos a máquina. O maior problema para o desgaste da agulha, é por ser a costura industrial de alta velocidade ocasionando elevada tempertura, causando com este aquecimento o dano da agulha, do fio de costura e do tecido. O fio de costura sofre abrasão repetida e passa através do olho da agulha, resultando num atrito com a agulha; Por outro lado o atrito entre a agulha e o tecido durante a sua penetração através da camada de tecido provoca um aumento na temperatura da agulha. Esta agulha quente causa os danos, provocando a uma perda de produtividade e de qualidade. O trabalho descrito nesta dissertação tem como objetivo compreender os aspectos que causam o aquecimento da agulha, com a medição da temperatura da agulha e suas cosnequencias. Ele também explora certos métodos que podem possivelmente melhorar a produtividade da operação de costura, com redução de temperatura da agulha sem comprometer a velocidade de costura. Assim, mesmo com a possibilidade de pequena melhoria no processo, projeta benefícios comerciais e desempenho significativos.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 347080 - JOAO TELESFORO NOBREGA DE MEDEIROS
Externo ao Programa - 3217842 - MARCOS SILVA DE AQUINO
Externo ao Programa - 2322134 - MOISÉS VIEIRA DE MELO
Externo ao Programa - 2764728 - NEIL DE OLIVEIRA LIMA FILHO
Notícia cadastrada em: 09/12/2016 15:58
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2020 - UFRN - sigaa04-producao.info.ufrn.br.sigaa04-producao