Banca de QUALIFICAÇÃO: ANTONIO NUNES FILHO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : ANTONIO NUNES FILHO
DATA : 21/07/2016
HORA: 18:00
LOCAL: Auditório do Centro de Tecnologia - CT/UFRN
TÍTULO:

ESTUDO DA INTERAÇÃO ENTRE CÉLULAS OSTEOBLÁSTICAS E SUPERFÍCIES DE TITÂNIO CARBONITRETADAS POR PLASMA


PALAVRAS-CHAVES:

Carbonitreto de Ti, Osseointegração, Plasma, Biocompatibilidade.


PÁGINAS: 136
RESUMO:

O Ti e suas ligas são materiais bastante utilizados na fabricação de dispositivos implantados. O sucesso do implante ocorre quando forma-se completa osseointegração com formação de tecido ósseo na superfície do implante. Porém isso nem sempre é possível sendo necessário mais estudos para entender melhor esse mecanismo. As características superficiais dos biomateriais tem um papel primordial para evolução do tecido ósseo. A topografia e a química da superfície são os mais importantes fatores que determinam a biocompatibilidade. Com isso, buscar propriedades superficiais mais adequadas a osseointegração é primordial. Com esse objetivo, amostras de Ti comercialmente puro foram carbonitretadas em plasma variando o fluxo dos gases CH4 e N2 buscando variação na composição química da superfície, resultando em alterações nas propriedades biológicas do Ti. Análises de difração de raios-X em ângulo rasante, microscopia de força atômica e molhabilidade foram efetuadas para caracterizar as superfícies processadas em plasma. Essas técnicas revelaram: formação das fases TiN e TiCN; após o processo em plasma as superfícies apresentaram maior rugosidade que a amostra de Ti padrão e maior hidrofilicidade para as amostras tratadas em relação a não tratada. Ensaios biológicos foram realizados para avaliar a biocompatibilidade dessas superfícies, revelando que a maior parte da população estão na fase G0/G1 do ciclo celular, morfologia espalhada com presença de pseudopodos e proliferação celular semelhante ao controle negativo com maior população em amostras de TiCN fabricadas com maior percentual de CH4, a taxa de sobre vivência celular crescente e morte por apoptose decrescente em função do fluxo de CH4.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 096.211.994-68 - CLODOMIRO ALVES JUNIOR - UFRN
Interno - 2613355 - FRANCINE ALVES DA COSTA
Externo à Instituição - JOSÉ DE ANCHIETA LIMA - IFRN
Externo à Instituição - MICHELLE DE MEDEIROS AIRES - UFRN
Externo à Instituição - REGINA CELIA DE SOUSA - UFMA
Notícia cadastrada em: 20/07/2016 17:24
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2020 - UFRN - sigaa03-producao.info.ufrn.br.sigaa03-producao