Banca de QUALIFICAÇÃO: MARIA AUGUSTA CAVALCANTI SOARES

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : MARIA AUGUSTA CAVALCANTI SOARES
DATA : 20/06/2016
HORA: 14:00
LOCAL: Sala 94 do Centro de Tecnologia - CT/UFRN
TÍTULO:

FUNCIONALIZAÇÃO E CARACTERIZAÇÃO DOS NANOTUBOS DE CARBONO E SUA INCORPORAÇÃO NO SUBSTRATO TÊXTIL DE SOJA


PALAVRAS-CHAVES:

Nanotubos de carbono; quitosana; substrato de soja; Supercapacitores.


PÁGINAS: 50
RESUMO:

Os nanotubos de carbono são materiais de alto valor no mercado e vêm sendo explorados por várias linhas de pesquisa, devido as suas inúmeras possibilidades de aplicação e excelentes propriedades mecânicas, óticas e elétricas, porém seu uso é limitado, devido a sua produção via deposição química de vapor (CVD) ser de alto valor produtivo. Os nanotubos de carbono (“CNT – Carbon Nano Tubes”) incrementam propriedades especiais aos substratos têxteis, tais como, melhoramento da condutividade elétrica e antiestética, aumento da durabilidade e condutividade/isolamento de calor. O presente projeto tem como principal objetivo na formação de supercapacitores de energia utilizando um método para preparação e modificação dos nanotubos de carbono de parede múltipla (MWCNT – “Multi walled Carbon Nanotubes”) para posterior impregnação em substrato têxtil de soja. A primeira etapa deste trabalho corresponde à formação de grupos funcionais na estrutura dos MWCNTs e sua dispersão em água com uma maior homogeneização através da funcionalização com diferentes ácidos ,  e HCl ácido clorídrico) e neutralização com hidróxido de amônio ( ).  Na segunda etapa o material foi funcionalizado com 20% de quitosana sobre o peso do material, com o intuito de cationizar os MWCNT e para potencializar sua adsorção em substrato têxtil de soja. Posteriormente a amostra de soja passou pelo processo de alvejamento para a incorporação do material em sua estrutura via processo de esgotamento de acordo com um planejamento experimental, onde foram estabelecidos parâmetros como: temperatura (°C), tempo (min.) e concentrações (0, 0,5, 1,0, 1,5 e 2,0% sob peso do material funcionalizado e 1,0% de material não funcionalizado), para a identificação do melhor resultado. Os materiais funcionalizados foram caracterizados por DRX, TGA, DSC, FRX, TEM e Espectroscopia de Raman. Analisou-se o grau de brancura do substrato de soja, e na última etapa, a nova tecnologia produzida foi submetida aos ensaios de condutividade elétrica ao longo da espessura do tecido, solidez a lavagem, Microscopia óptica (MO) e Microscopia Eletrônica de Varredura (SEM).


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 6346998 - RASIAH LADCHUMANANANDASIVAM
Externo ao Programa - 2941160 - JOSE HERIBERTO OLIVEIRA DO NASCIMENTO
Externo ao Programa - 2614285 - KÉSIA KARINA DE OLIVEIRA SOUTO SILVA
Externo à Instituição - ELAINE CRISTINA MARTINS DE MOURA - NENHUMA
Notícia cadastrada em: 17/06/2016 19:00
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2020 - UFRN - sigaa11-producao.info.ufrn.br.sigaa11-producao