Banca de DEFESA: JOSÉ ANTÔNIO MARTINS NETO

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: JOSÉ ANTÔNIO MARTINS NETO
DATA: 04/03/2016
HORA: 14:00
LOCAL: Laboratório de Máquinas Hidráulicas e Energia Solar - NTI/UFRN
TÍTULO:

OBTENÇÃO, CARACTERIZAÇÃO E UTILIZAÇÃO DE UM COMPÓSITO COM MATRIZ DE RESINA POLIÉSTER E CARGA DE FIBRAS DE SISAL


PALAVRAS-CHAVES:

Compósitos poliméricos. Mantas de sisal. Resina poliéster. Baixas solicitações. Meio ambiente.


PÁGINAS: 100
GRANDE ÁREA: Engenharias
ÁREA: Engenharia Mecânica
RESUMO:

A constante e atual busca de alternativas sustentáveis tem levado a demanda de esforços dos pesquisadores na investigação e obtenção de novos materiais, motivando a escalada do desenvolvimento produtivo ecologicamente correto e apresentando soluções simples e prática com rentabilidade econômica viável. Neste sentido, a utilização de materiais procedentes de fontes renováveis naturais, vegetais, apresenta grande potencial de aplicabilidade e são vistos como material alternativo para um desenvolvimento sustentável. A sustentabilidade questionada, dentre outros quesitos, depende da renovável multiplicação da matéria-prima. Como material alternativo as fibras vegetais podem ser aplicadas para produção de uma gama de materiais compósitos amenizando o uso de materiais oriundos de fontes não renováveis Nesta tese foram utilizadas mantas de sisal para obtenção de um compósito tendo como matriz uma resina poliéster ortoftálica. As mantas foram submetidas a tratamento superficial, em água fervente, por 15 minutos. As mantas de fibras de sisal utilizadas tinham, respectivamente, 5%, 10% e 15% da massa do compósito. O compósito foi obtido e caracterizado mecânica e termicamente para as formulações escolhidas. Foram fabricadas várias placas do compósito para obtenção dos corpos de provas para os ensaios de caracterização obedecendo às normas pertinentes. Os compósitos obtidos apresentaram resistência mecânica de tração e flexão inferiores à da matriz, sendo viável sua utilização onde são requeridas baixas solicitações de carga. O resultado mais expressivo do compósito estudado deu-se para a absorção de energia de impacto, muito superior a da matriz utilizada. Outras propriedades de destaque foram a absorção em óleo e a densidade. Provou-se a viabilidade de obtenção do compósito para as três formulações estudadas C5, C10 e C15, cuja mais viável foi a C10. Para demonstrar a viabilidade de utilização do compósito foram fabricados um relógio de parede, um banco, uma cadeira e uma prateleira, estruturas de baixas solicitações mecânicas. Concluiu-se que as mantas de sisal exerceram a função de carga no compósito.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 349104 - LUIZ GUILHERME MEIRA DE SOUZA
Externo ao Programa - 3217842 - MARCOS SILVA DE AQUINO
Externo ao Programa - 2322134 - MOISÉS VIEIRA DE MELO
Externo à Instituição - NATANAEYFLE RANDEMBERG GOMES DOS SANTOS - F.M.Nassau
Externo à Instituição - ROBERTO SILVA DE SOUZA - IFRN
Notícia cadastrada em: 01/03/2016 15:19
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2020 - UFRN - sigaa19-producao.info.ufrn.br.sigaa19-producao