Banca de DEFESA: IRIS OLIVEIRA DA SILVA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: IRIS OLIVEIRA DA SILVA
DATA: 20/02/2015
HORA: 09:00
LOCAL: Laboratório de Engenharia Têxtil - LABTEX/NTI
TÍTULO:

SÍNTESE E IMOBILIZAÇÃO DE NANOPARTÍCULAS DE OURO EM FIBRAS REGENERADAS VIA EXAUSTÃO PARA POTENCIAL APLICAÇÃO BIOMÉDICA


PALAVRAS-CHAVES:

Biotêxteis, Nanotecnologia, Nanopartículas de Ouro, proteção UV, antibacteriana, Exaustão.


PÁGINAS: 79
GRANDE ÁREA: Engenharias
ÁREA: Engenharia Mecânica
RESUMO:

O avanço nanotecnológico na síntese e caracterização de nanopartículas (NP´s)
tem protagonizado o desenvolvimento de novas tecnologias para diversas aplicações de
materiais em escala nanométrica que apresentam propriedades únicas. O desenvolvimento
científico nas últimas décadas na área de nanotecnologia tem buscado de forma incessante,
a descoberta de novos materiais para as mais diversas aplicações, tais como áreas
biomédicas, química, óptica, mecânica e têxtil. A alta eficiência bactericida de
nanopartículas metálicas (Au e Ag), dentre outros metais é bastante conhecida, devido a
sua capacidade de agir no DNA de fungos, vírus e bactérias, interrompendo o processo de
respiração celular, tornando-os importantes meios de estudo, além de sua capacidade de
proteção UVA e UVB. Este trabalho tem como objetivo principal obtenção e caracterização
de nanopartículas de Au (NPAu´s), via síntese química, seu tingimento em substrato fibras
de Soja via exaustão, para aplicações bactericida e de proteção UV. Os substratos
esgotados com soluções coloidais de NPAu´s apresentaram coloração lilás e avermelhada
(em malha de soja) devido a sua superfície de plasmon no pico em torno de 520-540 nm. As
NPAu´s foram sintetizadas via, síntese química, usando o citrato de sódio como agente
redutor e estabilizador. O material foi previamente cationizado com quitosana, um
polieletrólito natural, com a finalidade de funcionalizá-lo para potencializar a adsorção do
coloide, sendo usadas concentrações de 5, 7, 10 e 20 % de ligante sobre o peso do material
(SPM). Verificou-se também, através de um planejamento experimental 23, com 3 pontos
centrais, qual era o melhor processo de esgotamento dos substratos, utilizando os fatores:
tempo (min.), temperatura (ºC) e concentração do coloide (%), tendo como resposta a
variável K/S (absorbância/Kulbelka-Munk) das fibras. Foi evidenciado como melhor
resposta, a concentração e temperatura. O substrato com NPAu foi caracterizado por DRX;
Análise térmica, via TGA e DSC; microestrutural via MEV/EDS e STEM evidenciando as NP
na superfície do substrato e presença do metal. Observou-se também que os referidos
substratos possuem solidez a lavagem. Propriedades bactericida e protetor de radiação UV.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - ANDREZA KELLY COSTA NOBREGA - UFERSA
Externo ao Programa - 2052404 - FERNANDO RIBEIRO OLIVEIRA
Externo ao Programa - 2941160 - JOSE HERIBERTO OLIVEIRA DO NASCIMENTO
Presidente - 6346998 - RASIAH LADCHUMANANANDASIVAM
Notícia cadastrada em: 26/01/2015 16:29
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2020 - UFRN - sigaa04-producao.info.ufrn.br.sigaa04-producao