Banca de DEFESA: MELINDA CESIANARA SILVA DA CRUZ

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: MELINDA CESIANARA SILVA DA CRUZ
DATA: 17/07/2015
HORA: 14:30
LOCAL: A definir
TÍTULO:

Metodologia de estimação de estados para tratamento de medições errôneas e registros não sincronizados em algoritmos de localização de faltas em linhas de transmissão.


PALAVRAS-CHAVES:

Localização de faltas, Linhas de transmissão, Estimação de estados, Estimação de parâmetros, Sincronização de dados, Teoria de erros.


PÁGINAS: 135
GRANDE ÁREA: Engenharias
ÁREA: Engenharia Elétrica
SUBÁREA: Sistemas Elétricos de Potência
ESPECIALIDADE: Medição, Controle, Correção e Proteção de Sistemas Elétricos de Potência
RESUMO:

O desempenho de algoritmos para localização de faltas em linhas de transmissão está diretamente relacionado à exatidão dos seus dados de entrada. Assim, fatores como erros nos parâmetros da linha de transmissão, falhas na sincronização de registros oscilográficos e erros em medições de tensão e de corrente podem influenciar de forma significativa as ferramentas que usam dados errôneos para indicar o local de defeitos. Este
trabalho apresenta uma nova metodologia para localização de faltas em linhas de transmissão, baseada na teoria de estimação de estados, de forma a determinar o local mais provável de ocorrência de curtos-circuitos através da consideração de erros sistemáticos realísticos que podem estar presentes nas medições de tensão e de corrente. O algoritmo foi implementado em duas etapas: pré-falta e pós-falta. Na primeira etapa, admitindo dados não sincronizados, estima-se o ângulo de sincronização e os parâmetros de sequência
positiva da linha de transmissão, e na segunda, estima-se a distância de falta. Além de calcular o valor mais provável para a distância de falta, a partir da consideração de erros nas medições, a variância associada a esta distância também é determinada, usando definições da teoria de erros. Essa é uma das principais contribuições deste trabalho, visto que, a partir o algoritmo proposto, é possível determinar uma região de provável incidência da falta, com aproximadamente 95,45% de confiança. Testes para avaliação e validação da
metodologia foram realizados a partir de registros reais de falta e a partir de simulações de sistemas fictícios de transmissão no software ATP. Os resultados obtidos são relevantes para mostrar que o estimador de localização de faltas desenvolvido apresenta bom desempenho mesmo adotando variâncias realísticas.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 346287 - MANOEL FIRMINO DE MEDEIROS JUNIOR
Externo ao Programa - 346989 - JOSE TAVARES DE OLIVEIRA
Externo ao Programa - 347428 - MARCOS ANTONIO DIAS DE ALMEIDA
Externo à Instituição - BENEMAR ALENCAR DE SOUZA - UFCG
Externo à Instituição - DENIS VINICIUS COURY - USP
Externo à Instituição - MAX CHIANCA PIMENTEL FILHO - UFERSA
Notícia cadastrada em: 15/06/2015 15:11
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2020 - UFRN - sigaa14-producao.info.ufrn.br.sigaa14-producao