Banca de DEFESA: GASPAR FONTINELI DANTAS JÚNIOR

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: GASPAR FONTINELI DANTAS JÚNIOR
DATA: 23/01/2014
HORA: 09:00
LOCAL: Auditório do LAUT
TÍTULO:

CONTROLE PREDITIVO NÃO-LINEAR APLICADO AO CONTROLE DE GOLFADAS EM PROCESSOS DE PRODUÇÃO DE PETRÓLEO


PALAVRAS-CHAVES:

Processo de Produção de Petróleo, Controle de Golfadas, Controle Preditivo, Controle sob restrições.


PÁGINAS: 61
GRANDE ÁREA: Engenharias
ÁREA: Engenharia Elétrica
SUBÁREA: Eletrônica Industrial, Sistemas e Controles Eletrônicos
ESPECIALIDADE: Controle de Processos Eletrônicos, Retroalimentação
RESUMO:

A golfada é um regime instável do fluxo multifásico, com oscilações de pressão e vazão abruptas no processo de produção de petróleo, podendo ocasionar problemas tais como vibração no encanamento e alto nível de líquido nos separadores.  Pode ser classificada de acordo com seu local de ocorrência.  A mais severa destas, conhecida como golfada no riser, ocorre na tubulação vertical que alimenta a plataforma. Conhecida também como golfada severa, ela é capaz de causar bruscas oscilações na pressão, nas vazões do processo, vibração excessiva, inundação dos tanques separadores, produção limitada, parada não programada da plataforma, entre outros aspectos negativos que motivaram a produção deste trabalho.

Uma solução viável para lidar com tal problema seria projetar um método efetivo para a remoção ou diminuição do regime, como um controlador. De acordo com a literatura, o controlador convencional PID não apresenta bons resultados devido ao alto grau de não linearidade do processo, o que impulsionou o desenvolvimento de técnicas avançadas de controle.  Dentre estas, o controlador preditivo, cuja ação de controle resulta da solução de um problema de otimização, além de ser uma técnica que apresenta robustez e pode incorporar restrições físicas e/ou de segurança.

O objetivo deste trabalho é estudar a aplicação de uma técnica de controle preditivo não linear ao controle de golfada severa, visando controlar a quantidade de massa líquida no riser enquanto atuando na válvula de produção e, indiretamente, suprimir as oscilações de vazão e pressão, com fins de obter benefícios ambientais e econômicos. A técnica de controle preditivo proposta baseia-se no uso de aproximações lineares do modelo e na resolução repetida de um problema de otimização quadrática que proporciona soluções que melhoram a cada iteração. No caso em que a convergência desse algoritmo é satisfeita, os valores preditos das variáveis do processo são iguais àqueles que seriam obtidos pelo modelo não-linear original, garantindo que restrições nessas variáveis sejam satisfeitas ao longo do horizonte de predição. Um modelo matemático publicado recentemente na literatura, capaz de representar características da golfada severa em um poço real, é utilizado tanto para a simulação, quanto para projeto do controlador proposto, cujo desempenho é comparado ao de um controlador preditivo linear.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1328152 - CARLOS EDUARDO TRABUCO DOREA
Interno - 350693 - ANDRE LAURINDO MAITELLI
Externo ao Programa - 113.760.406-97 - OSCAR GABRIEL FILHO - UFRN
Notícia cadastrada em: 11/12/2013 08:40
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2020 - UFRN - sigaa07-producao.info.ufrn.br.sigaa07-producao