Banca de QUALIFICAÇÃO: JOÃO OCTÁVIO SALES PASSOS

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : JOÃO OCTÁVIO SALES PASSOS
DATA : 24/09/2019
HORA: 14:00
LOCAL: Facisa/UFRN
TÍTULO:

EXPLORANDO A BIOESPECTROSCOPIA E TÉCNICAS MULTIVARIADAS DE
CLASSIFICAÇÃO COMO UMA NOVA FERRAMENTA DE TRIAGEM PARA A FIBROMIALGIA


PALAVRAS-CHAVES:

EXPLORANDO A BIOESPECTROSCOPIA E TÉCNICAS MULTIVARIADAS DE
CLASSIFICAÇÃO COMO UMA NOVA FERRAMENTA DE TRIAGEM PARA A

FIBROMIALGIA.


PÁGINAS: 37
RESUMO:

O Colégio Americano de Reumatologia (ACR) apresentou em 2010 um consenso
para diagnóstico da fibromialgia (FM). Porem observou-se que mesmo com um guia de
avaliação e diagnóstico existe muitos casos de subdiagnóstico ou de falsos diagnósticos. Isso
se deve à falta de marcadores químicos, imunológicos ou exames específicos para a
detecção da FM. Este projeto tem como objetivo a utilização da bioespectroscopia
(espectroscopia no infravermelho) e técnicas multivariadas de classificação como novas
tecnologias para identificação da FM utilizando apenas o plasma sanguíneo como material
de análise. Trata-se de um estudo prospectivo analítico do tipo caso controle. Para todos os
sujeitos, será aplicado questionário sociodemográfico, coleta de dados clínicos de impacto
da FM, dor, depressão e ansiedade; bem como será realizada uma coleta de 3 ml de sangue
de cada participante. Para o plasma sanguíneo será realizada a impressão digital através de
espectros vibracionais que refletem a constituição bioquímica celular (ácidos nucléicos,
carboidratos, lipídeos e proteínas). Sugerimos que possam existir diferenças entre os padrões
espectrais no infravermelho que serão calculados e identificados através da normalização
destes padrões em relação ao grupo controle. Os benefícios deste projeto incluem o melhor
prognóstico da doença, com tratamento mais efetivo, menor morbidade associada e menor
resultados falso-positivos e falso-negativos. As evidências do impacto de novas tecnologias
na detecção precoce da FM justificam sua adoção como política de saúde pública, tal como
recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS).


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1716016 - ENIO WALKER AZEVEDO CACHO
Interno - 2646619 - RODRIGO PEGADO DE ABREU FREITAS
Externa ao Programa - 2613606 - SANDRA CRISTINA DE ANDRADE
Notícia cadastrada em: 10/09/2019 12:38
SIGAA | Superintendência de Informática - (84) 3215-3148 | Copyright © 2006-2019 - UFRN - sigaa02-producao.info.ufrn.br.sigaa02-producao