Banca de QUALIFICAÇÃO: ISABEL OLIVEIRA MONTEIRO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : ISABEL OLIVEIRA MONTEIRO
DATA : 28/03/2019
HORA: 09:00
LOCAL: FACISA - SALA DE REUNIÕES
TÍTULO:

AVALIAÇÃO DA VALIDADE CONVERGENTE E REPRODUTIBILIDADE DO CORE SET DA CLASSIFICAÇÃO INTERNACIONAL DE FUNCIONALIDADE, INCAPACIDADE E SAÚDE (CIF) PARA AVALIAÇÃO DA SAÚDE FÍSICA DE IDOSOS COMUNITÁRIOS


PALAVRAS-CHAVES:

Classificação Internacional de Funcionalidade, Incapacidade e Saúde. Estudos de validação. Envelhecimento


PÁGINAS: 42
RESUMO:

Introdução: O envelhecimento caracteriza-se por ser um processo multifatorial, associado ao aumento da vulnerabilidade e prejuízo da saúde física, a qual é associada a desfechos adversos em idosos. Na busca por um instrumento multidimensional e padronizado para avaliação da saúde física do idoso, Ruaro (2014) elaborou um Core Set da CIF, o qual busca avaliar todos os aspectos da saúde física em um instrumento único. Entretanto, é necessário conhecer a sua validade em relação a medidas usadas para avaliar a saúde física e a sua reprodutibilidade para que seja possível indicar seu uso. Objetivo: Avaliar a validade convergente do Core Set para avaliação da saúde física de idosos em relação a medidas validadas para avaliação deste domínio em idosos, bem como a sua reprodutibilidade. Métodos: O presente estudo caracteriza-se por ser do tipo transversal. A população foi composta por idosos residentes na cidade de Santa Cruz, Rio Grande do Norte. Foram incluídos 101 idosos acima de 60 anos, de ambos os sexos, sendo excluídos aqueles que apresentassem alterações cognitivas. Os participantes foram submetidos à avaliação das medidas de avaliação da saúde física: força de preensão palmar, desempenho físico na Short Physical Performance Battery (SPPB) e nível de atividade física pelo Questionário Internacional de Atividade Física (IPAQ). Também foi aplicado o Core Set da CIF, o qual é composto por 30 categorias (14 de funções do corpo, 4 de estruturas do corpo, 9 de atividade e participação e 3 de fatores ambientais). Para avaliar a reprodutibilidade, o core set foi reaplicado após 5-8 dias da primeira avaliação. A associação entre os resultados do core set e os demais instrumentos de pesquisa foi avaliada por meio dos testes Anova One-Way e T de Student para amostras independentes e teste de correlação de Pearson. A reprodutibilidade foi avaliada por meio do Coeficiente de Correlação Intraclasse (CCI). Em todas as etapas foram considerados alfa de 5% e IC de 95%. Resultados: Observou-se que quanto maior o nível de atividade física no IPAQ, menor o índice de prejuízo no domínio funções do corpo e no constructo desempenho do domínio atividade e participação. Para a SPPB, notou-se que melhores resultados são relacionados a menor índice de prejuízo no domínio funções do corpo, no constructo desempenho do domínio atividade e participação, e menor o uso de dispositivos de auxílio. Quanto maior a força de preensão manual, menor o índice de prejuízo nos domínios funções do corpo, estruturas do corpo e atividade e participação, nos dois constructos, e às categorias que tratam do uso de medicamentos e de dispositivos de auxílio. A análise do CCI indicou boa reprodutibilidade para a maioria dos domínios avaliados, com CCI variando entre 59 e 95. Considerações Finais: Os resultados mostram que o core set se relaciona com medidas validadas de avaliação da saúde física em idosos e possuem boa reprodutibilidade, indicando que trata-se de um instrumento válido para a avaliação de saúde física de idosos.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 3885543 - SAIONARA MARIA AIRES DA CAMARA
Interno - 3887470 - DIEGO DE SOUSA DANTAS
Externo à Instituição - JOAO AFONSO RUARO - UNICENTRO
Notícia cadastrada em: 18/03/2019 11:36
SIGAA | Superintendência de Informática - (84) 3215-3148 | Copyright © 2006-2019 - UFRN - sigaa03-producao.info.ufrn.br.sigaa03-producao