Banca de QUALIFICAÇÃO: GABRIELY AZEVÊDO GONÇALO SILVA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : GABRIELY AZEVÊDO GONÇALO SILVA
DATA : 01/03/2018
HORA: 14:00
LOCAL: Faculdade de Ciências da Saúde do Trairi
TÍTULO:

RESPOSTAS FISIOLÓGICAS DO TESTE DE CAMINHADA INCREMENTAL EM INDIVÍDUOS COM DPOC: UMA REVISÃO SISTEMÁTICA.


PALAVRAS-CHAVES:

Palavras-chaves: Tolerância ao exercício, teste de exercício, consumo de oxigênio, dispneia, frequência cardíaca, frequência respiratória.


PÁGINAS: 32
RESUMO:

RESUMO

Introdução: Os testes de caminhada incremental (ISWT) e de resistência (ESWT) são muito comumente utilizados como alternativa para avaliação da capacidade funcional na prática clínica para indivíduos com DPOC. No entanto, as respostas fisiológicas produzidas, durante e após estes testes, ainda são pouco conhecidas. Objetivo: produzir revisão sistemática para avaliar as respostas fisiológicas durante e após o ISWT e o ESWT em pacientes com DPOC. Métodos: As bases de pesquisa utilizadas para busca foram Medline, CINAHL, Cochrane Central Register of Controlled Trials, Web of Science e Scopus. De 4.071 resumos identificados, 16 artigos foram incluídos. A qualidade dos estudos foi avaliada pela EPHPP. Resultados: 15 estudos apresentaram qualidade metodológica fraca segundo EPHPP. 893 indivíduos com DPOC leve a severo foram avaliados. Os estudos que avaliaram FC e SpO2 pré e pós em dois ISWT encontraram diferenças significativas em relação os valores basais, mas não entre eles. O mesmo aconteceu com PAS, dispneia e FR. O VO2pico comparado entre ISWT e ESWT apresentou valores semelhantes, sem diferença estatística. Em um estudo DP, fadiga, dispneia e VM também não mostraram variações significativas. Apenas um artigo avaliou distância percorrida (DP) no ESWT (384± 193 m) e ISWT (338± 102 m). A maior DP foi observada no estudo que os participantes apresentaram estadiamento leve e moderado da DPOC. Considerações finais: a maioria dos estudos priorizou o ISWT. O conhecimento das respostas fisiológicas durante os testes é limitado, porque nem todos os estudos avaliam as variáveis pré, durante e após os testes para um melhor efeito de comparação entre eles.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2211023 - ILLIA NADINNE DANTAS FLORENTINO LIMA
Interno - 3887470 - DIEGO DE SOUSA DANTAS
Externo à Instituição - ANA TEREZA DO NASCIMENTO SALES FIGUEIREDO FERNANDES - UEPB
Notícia cadastrada em: 20/02/2018 14:49
SIGAA | Superintendência de Informática - (84) 3215-3148 | Copyright © 2006-2019 - UFRN - sigaa02-producao.info.ufrn.br.sigaa02-producao