Banca de QUALIFICAÇÃO: LEANDRO GONÇALVES CEZARINO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : LEANDRO GONÇALVES CEZARINO
DATA : 29/12/2017
HORA: 18:00
LOCAL: Qualificação por Parecer
TÍTULO:

Um Estudo Epidemiológico das Lesões de Atletas em Formação de uma Equipe de Primeira Divisão do Futebol Brasileiro


PALAVRAS-CHAVES:

Epidemiologia; Lesão; Esporte; Adolescentes; Muscular.


PÁGINAS: 25
RESUMO:

Apesar do grande número de jogadores de futebol em formação no Brasil, evidências científicas sobre a incidência de lesões nesta população são limitadas a estudos em língua portuguesa. Objetivo: Comparar a incidência, o tipo, a localização e a gravidade das lesões ocorridas em um centro de formação de atletas da elite do futebol brasileiro durante a temporada 2017. Métodos: Foi realizado um estudo de coorte prospectivo com uma equipe de futebol de base da primeira divisão brasileira. Um total de 228 jogadores em nove categorias na faixa de idade de 10 a 20 anos foi acompanhado por uma temporada. Qualquer queixa física sofrida por um jogador durante um jogo de futebol ou uma sessão de treinamento que resultasse em incapacidade de participação plena em atividades futuras (ou seja, lesão com afastamento) foi reportada pelas equipes médica e/ou técnica do clube. Resultados: Foram documentadas 124 lesões, com 95 jogadores sofrendo uma ou mais lesões. A incidência geral de lesão foi de 1,73 por 1.000 horas de exposição, com uma incidência 6,9 vezes maior durante o jogo em relação ao treinamento (P <.0001). As lesões foram classificadas como mínimas (17,3%), leves (18,9%), moderadas (44,1%) ou graves (19,6%). A maioria das lesões foram entorses e contusões envolvendo a coxa, joelho e tornozelo. Quase 70% de todas as lesões foram traumáticas. Apenas nove lesões (0,7%) foram classificadas como recorrentes. Conclusão: A baixa incidência de lesão associada a uma taxa de recorrência extremamente baixa pode refletir um programa de avaliação pré-participação efetivo antes do início da temporada, bem como protocolos de reabilitação apropriados. No entanto, o número de lesões sofridas durante os treinos ainda é bastante alto e o tipo de treinamento precisa ser analisado para que lesões possam ser prevenidas.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2316237 - RODRIGO SCATTONE DA SILVA
Interno - 3885543 - SAIONARA MARIA AIRES DA CAMARA
Externo à Instituição - NATALIA FRANCO NETO BITTENCOURT - UNI-BH
Notícia cadastrada em: 19/12/2017 10:36
SIGAA | Superintendência de Informática - (84) 3215-3148 | Copyright © 2006-2019 - UFRN - sigaa09-producao.info.ufrn.br.sigaa09-producao