Banca de QUALIFICAÇÃO: KARIME ANDRADE MESCOUTO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : KARIME ANDRADE MESCOUTO
DATA : 05/12/2017
HORA: 14:00
LOCAL: FACISA
TÍTULO:

EFEITOS DA ESTIMULAÇÃO TRANSCRANIANA POR CORRENTE CONTÍNUA EM MULHERES COM FIBROMIALGIA


PALAVRAS-CHAVES:

Fibromialgia; Estimulação Transcraniana por Corrente Contínua; Dor, reabilitação. 


PÁGINAS: 48
RESUMO:

Introdução: A Fibromialgia (FM) é uma síndrome caracterizada por dor crônica generalizada, fadiga, problemas cognitivos-comportamentais, distúrbios de humor e má qualidade de sono. Apesar da etiologia da FM ser desconhecida, estudos demonstram uma alteração a nível do Sistema Nervoso Central (SNC) nesses indivíduos, conhecida como Sensibilização Central, responsável principalmente pela hipersensibilidade dolorosa. A Estimulação Transcraniana por Corrente Contínua (ETCC) é uma técnica não invasiva, segura, economicamente viável que modula a excitabilidade cortical e vem demonstrando efeitos positivos em indivíduos com FM, porém ainda não há um consenso sobre a metodologia ou local mais adequados e com maiores resultados para essa população. Objetivo: O objetivo deste estudo é investigar se um tratamento a curto prazo com 5 dias consecutivos de ETCC resultam na melhora dos níveis de dor quando comparado a um tratamento placebo, além de melhores níveis de limiar e tolerância de dor de pressão, humor e impacto geral da doença na vida cotidiana de mulheres com FM.  Método: Trata-se de um estudo randomizado controlado com inicialmente 31 mulheres com FM que foram randomizadas em um de três grupos: grupo ETCC ativo no córtex motor primário (grupo M1; n=11) e córtex pré-frontal dorsolateral (grupo CPFDL; n=7) e ETCC placebo (grupo SHAM; n=11). Todas as variáveis foram coletadas 7 dias antes do tratamento (Baseline), no 5º dia de tratamento e no 7º dia após o término do tratamento. Somente as variáveis de limiar e tolerância de dor de pressão foram também reavaliadas no 1º dia de tratamento para análise do efeito imediato do ETCC. O tratamento foi realizado durante 5 dias consecutivos, com uma corrente constante de intensidade de 2mA durante 20 minutos. Resultados:  Os resultados preliminares mostram um aumento do Limiar de Dor de Pressão entre o Baseline e o 7º dia após o término da intervenção(p=0,002). Tanto o estado funcional, quanto a afetividade negativa e a ansiedade tiveram diminuição do Baseline para o 7º dia após o término da intervenção e o 5º dia da intervenção (< 0,05). O grupo M1 teve menores graus depressivos e de ansiedade quando comparados com outros grupos, independente do tempo(< 0,05). O afeto positivo diminuiu no grupo CPFDL do Baseline em comparação com outras reavaliações (= 0,035). Sugere-se que a ETCC tenha efeito positivo na FM, diminuindo a dor e melhorando o aspecto comportamental. 


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2646619 - RODRIGO PEGADO DE ABREU FREITAS
Interno - 2316237 - RODRIGO SCATTONE DA SILVA
Externo ao Programa - 2218684 - MARCELO CARDOSO DE SOUZA
Notícia cadastrada em: 13/11/2017 08:20
SIGAA | Superintendência de Informática - (84) 3215-3148 | Copyright © 2006-2019 - UFRN - sigaa13-producao.info.ufrn.br.sigaa13-producao