Banca de QUALIFICAÇÃO: CAMILA VASCONCELOS DE ARRUDA OLIVEIRA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : CAMILA VASCONCELOS DE ARRUDA OLIVEIRA
DATA : 07/12/2017
HORA: 14:00
LOCAL: Facisa - UFRN
TÍTULO:

 

PADRÃO ALIMENTAR DAS GESTANTES BRASILEIRAS AVALIADAS NA PESQUISA NACIONAL DE SAÚDE 


PALAVRAS-CHAVES:

Consumo alimentar; gestantes; ingestão alimentar; Inquéritos demográficos, atenção à saúde


PÁGINAS: 36
RESUMO:

Objetivo: Conhecer o padrão alimentar de gestantes avaliadas na Pesquisa Nacional de Saúde (PNS, 2013), analisando a ingestão de leguminosas, frutas, verduras e legumes e proteínas de origem animal das diferentes regiões do Brasil. Métodos: Foram utilizados os dados da PNS, desenvolvida pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Para avaliar o hábito alimentar das gestantes brasileiras foi analisado o consumo de feijão, salada crua, verdura cozida, carne, frango, peixe, frutas, alimentos doces e substituição de refeições por lanches. Os dados foram analisados com o uso do software Stata versão 9.0, e estão apresentados em Média, Desvio Padrão e Porcentagens. Resultados preliminares: 800 gestantes foram avaliadas, sendo 30,3% do Norte, 29,5% do Nordeste, 17,0% do Sudeste, 10,5% do Sul e 12,6% do Centro-Oeste. Em relação ao consumo semanal das gestantes foi verificado que: a média nacional de ingestão de feijão foi de 5,05±2,34 dias e verduras cozidas de 3,03±2,38 dias, sendo mais frequente no Sudeste do Brasil; a ingestão de salada crua e de frango ou galinha foi mais comum na região Sul e a média nacional foi de 3,66±2,59 dias e 2,66±1,65 dias, respectivamente; a média nacional do consumo de carne vermelha foi 3,66±2,11 dias e o centro-oeste foi a região com maior consumo; a média nacional de consumo de peixe foi 1,26±1,66 dias e mais comum no Norte; o consumo semanal médio de frutas no Brasil foi de 4,31±2,48 dias e de alimentos doces 2,51±2,37 dias, ambos os alimentos foram frequentemente consumidos por gestantes do Sul; A região sudeste foi a que mais substituiu refeição do almoço ou jantar por sanduiches, salgados ou pizzas e a frequência semanal média foi de 0,95±1,54 dias entre as gestantes brasileiras.

 


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1892581 - GRASIELA NASCIMENTO CORREIA
Interno - 3887470 - DIEGO DE SOUSA DANTAS
Externo à Instituição - DAMIAO ERNANE DE SOUZA - IBGE
Notícia cadastrada em: 13/11/2017 08:20
SIGAA | Superintendência de Informática - (84) 3215-3148 | Copyright © 2006-2019 - UFRN - sigaa13-producao.info.ufrn.br.sigaa13-producao