Banca de QUALIFICAÇÃO: JOSIVAN RIBEIRO JUSTINO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: JOSIVAN RIBEIRO JUSTINO
DATA: 31/08/2012
HORA: 16:00
LOCAL: Sala de Seminários de Estatística - CCET
TÍTULO:

 

ESTIMATIVAS DE MORTALIDADE PARA PEQUENAS ÁREAS NO BRASIL: a aplicação de uma nova metodologia através da combinação de métodos demográficos e estatísticos


PALAVRAS-CHAVES:

Sub-registros de mortalidade. Estimador bayesiano empírico. Algoritmo EM. Micros e Macros regiões do Brasil.


PÁGINAS: 59
GRANDE ÁREA: Ciências Sociais Aplicadas
ÁREA: Demografia
RESUMO:

Avaliar a qualidade das informações, do nível e padrão da mortalidade, para corrigi-las quando necessário, é fundamental para obtenção de indicadores confiáveis de mortalidade. Quando o nível de desagregação geográfica aumenta, o efeito de subnotificações de estatísticas vitais é mais impactante, principalmente com populações pequenas devido às flutuações aleatórias. Analisando estes aspectos, objetiva-se neste trabalho estimar sub-registros de óbitos além de suavizar flutuações aleatórias de pequenas áreas, em nível de microrregiões em todo o Brasil, por meio de dois métodos: estimador bayesiano empírico (BE) e algoritmo EM (Expectation-Maximization). As duas metodologias serão utilizadas para estimar um fator de ajuste de sub-registro, que aplicado aos óbitos observados, corrija as subnotificações e suavize eventuais flutuações aleatórias nos óbitos. Como exercícios para esta qualificação, serão apresentados dois resultados de trabalhos para estimar o grau de cobertura de sub-registro de óbito, com o estimador bayesiano empírico e algoritmo EM. O primeiro para os municípios do Estado do Rio Grande do Norte, com dados do censo 2000. O segundo exercício será com as microrregiões dos estados e com dados dos censos 2000 e 2010, para um comparativo entre as regiões e a evolução do nível qualitativo da coleta de informações. Os resultados encontrados apontam não haver diferença significativa nas estimativas de sub-registro entre os métodos utilizados. Para exercícios futuros será apresentado os métodos demográficos de General Growth Balance ou Equação de Equilíbrio Geral (EEG). e o de Gerações Extintas (GES), como proposta de interação entre métodos demográficos e estatísticos, para construir indicadores de mortalidade confiáveis para todos os Estados brasileiros.

 


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1346605 - FLAVIO HENRIQUE MIRANDA DE ARAUJO FREIRE
Interno - 347078 - MARIA CELIA DE CARVALHO FORMIGA
Interno - 320597 - PAULO SERGIO LUCIO
Notícia cadastrada em: 24/08/2012 17:05
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2020 - UFRN - sigaa06-producao.info.ufrn.br.sigaa06-producao