Banca de QUALIFICAÇÃO: ANTONINO MELO DOS SANTOS

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ANTONINO MELO DOS SANTOS
DATA: 29/08/2012
HORA: 17:00
LOCAL: GED
TÍTULO:

MORTALIDADE INFANTIL E CONDIÇÕES SOCIOECONÔMICAS: UM OLHAR SOBRE AS MICRORREGIÕES DO NORDESTE BRASILEIRO


PALAVRAS-CHAVES:

Mortalidade infantil; Perfis de mortalidade infantil; Condições sociodemográficas; UF e Microrregiões do Nordeste Brasileiro.


PÁGINAS: 59
GRANDE ÁREA: Ciências Sociais Aplicadas
ÁREA: Demografia
SUBÁREA: Componentes da Dinâmica Demográfica
ESPECIALIDADE: Mortalidade
RESUMO:

O presente estudo tem como proposta, fazer análises atualizadas da mortalidade infantil, óbitos menores de um ano, das UF e microrregiões que compreendem a Região do Nordeste do Brasil. De início, tem-se a seguinte questão: quais os diferentes perfis da mortalidade infantil, segundo variáveis demográficas, socioeconômicas, de infra-estrutura e de assistência à saúde das microrregiões do Nordeste brasileiro? Portanto, pretende-se também, analisar os perfis de mortalidade associados aos níveis de condições sociodemográficas das microrregiões. Para tanto, fez uso das bases de dados do SIM e SINASC (ambas disponíveis no DATASUS/MS), dos microdados do Censo populacional de 2010 e do SIDRA/IBGE, fontes de dados disponíveis e de uso público. As análises foram feitas abarcando as seguintes variáveis (independentes): renda média domiciliar per capta, proporção de pessoas com baixa renda, taxa de analfabetismo feminino, idade média das mães quando notificado o óbito infantil, anos médio de estudo materno quando notificado o óbito infantil, densidade domiciliar, número médio de consultas pré-natal, grau de urbanização, proporção de domicílios com abastecimento de água adequado, proporção de domicílios com existência de coleta de lixo adequada e proporção de domicílios com existência de cobertura de esgotamento sanitário. Como metodologias de análise, foram empregadas: a regressão logística múltipla, para encontrar as variáveis mais significantes na explicação da mortalidade infantil para o ano de 2010, utilizou-se também, a análise de clusters, buscando encontrar grupos homogêneos de microrregiões a partir das variáveis significantes. Agregou-se a técnica de estimação Bayesiana Empírica, aplicada às informações de óbitos e nascimentos, devido ao fato inconveniente da sub-notificação e das flutuações aleatórias de pequenos números existentes nas pequenas áreas. Se fez uso da Estatística Espacial, para apurar espacialmente o comportamento da distribuição das taxas a partir de mapas temáticos.  Para a conclusão do trabalho, será empregado o método GOM (Grade of Membership), para verificar os perfis de mortalidade associados às variáveis selecionadas buscando responder o objetivo principal do estudo. 


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1346630 - LARA DE MELO BARBOSA ANDRADE
Interno - 347078 - MARIA CELIA DE CARVALHO FORMIGA
Presidente - 6345253 - PAULO CESAR FORMIGA RAMOS
Notícia cadastrada em: 24/08/2012 12:22
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2020 - UFRN - sigaa11-producao.info.ufrn.br.sigaa11-producao