Banca de QUALIFICAÇÃO: JULIANA DANTAS DE ARAUJO SANTOS CAMARGO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : JULIANA DANTAS DE ARAUJO SANTOS CAMARGO
DATA : 23/11/2018
HORA: 09:00
LOCAL: sala 04 do DDCA
TÍTULO:

EVOLUÇÃO TEMPORAL DA MORTALIDADE POR CÂNCER DE MAMA NOS ESTADOS DA REGIÃO NORDESTE SOB A PERSPECTIVA DOS EFEITOS IDADE, PERÍODO E COORTE 


PALAVRAS-CHAVES:

Mortalidade; Neoplasia de mama; Modelos de idade-período-coorte; Nordeste do Brasil


PÁGINAS: 40
RESUMO:

O envelhecimento populacional associado às mudanças nos comportamentos reprodutivos e nos hábitos de vida tem provocado impacto na elevação das taxas de incidência e mortalidade por doenças crônicas não transmissíveis - DCNT, com destaque para o câncer de mama - CM. A idade avançada, declínio da fecundidade, gravidez tardia e aumento do uso de contraceptivo oral são exemplos de fatores que contribuíram para esse aumento. Diversos estudos têm apresentado uma tendência temporal crescente dessas taxas de mortalidade nas últimas décadas para o Brasil, especialmente nos estados da região Nordeste. No entanto, grande parte dessas pesquisas não realizaram a correção dos óbitos, que consiste em etapa primordial em pesquisas envolvendo taxas de mortalidade das décadas de 1980 e 1990. Além disso, um pequeno número de pesquisas se deteve em avaliar os efeitos de coorte que permitem mensurar o nível da exposição (fatores de risco e proteção) ao longo do tempo nas diferentes gerações e são tão importantes em estudos de tendências temporais de taxas de mortalidade. O presente estudo tem como propósito identificar se existem diferenças na evolução dos efeitos temporais (idade, período e coorte de nascimento) na mortalidade por câncer de mama nos estados da região Nordeste, no período de 1980 a 2014.  Para tanto, os dados obtidos do Sistema de Informação de Mortalidade - SIM serão corrigidos e o modelo de idade, período e coorte será aplicado.  Desse modo, com respostas direcionadas às questões sobre as evidências temporais da mortalidade por CM no Nordeste que um estudo ecológico pode fornecer, essa pesquisa pretende contribuir com o Plano de Enfrentamento das DCNT, por avaliar a tendência de uma doença de grande transcendência e magnitude no Brasil e suas regiões, e assim auxiliar na avaliação da Política de Atenção Oncológica nos estados da região Nordeste.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1346605 - FLAVIO HENRIQUE MIRANDA DE ARAUJO FREIRE
Presidente - 1855608 - KARINA CARDOSO MEIRA
Interno - 2002253 - MARCOS ROBERTO GONZAGA
Externo à Instituição - TAYNÃNA CÉSAR SIMÕES - FIOCRUZ-MG
Notícia cadastrada em: 06/11/2018 15:07
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2020 - UFRN - sigaa16-producao.info.ufrn.br.sigaa16-producao