Banca de QUALIFICAÇÃO: KALINE STEPHANIA COSTA LOPES

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : KALINE STEPHANIA COSTA LOPES
DATA : 30/08/2018
HORA: 14:30
LOCAL: Sala 04 do DDCA
TÍTULO:

VULNERABILIDADE NO SERIDÓ POTIGUAR: DIFERENCIAIS DE GÊNERO NO MERCADO DE TRABALHO E A COMPOSIÇÃO DA RENDA DIANTE DO ENFRENTAMENTO CLIMÁTICO


PALAVRAS-CHAVES:

Vulnerabilidade climática; Mercado de Trabalho; Diferenciais de gênero; Mulher; Programa de Transferência de Renda; Seridó Potiguar.


PÁGINAS: 57
RESUMO:

Nas últimas décadas, surgiram diversos debates sobre a ação climática na vida humana. Em regiões subdesenvolvidas, este tipo de evento aumenta a vulnerabilidade social e econômica, principalmente das pessoas que dependem da agricultura. As desigualdade  de gênero no mercado de trabalho e na renda se acentuam ainda mais em um cenário como este. No Brasil, a região que mais sofre com a vulnerabilidade climática é o Nordeste, caracterizado pelo clima semiárido, e dentro dessa região encontra-se o Seridó Potiguar, área de análise desta dissertação. Quando há um evento climático, como a seca,  a economia se caracteriza pelo aumento da dependência de recursos governamentais, por isso as políticas públicas de transferência de renda são consideradas importantes para diminuir as desigualdades sociais e econômicas dessa população. Considerando esses fatores, o presente estudo tem como objetivo principal analisar os diferenciais de gênero no mercado de trabalho (ocupações e rendimento) e a composição da renda diante do enfretamento climático, no Seridó Potiguar. A hipótese é que em contexto de baixo desenvolvimento econômico e social e em situação de vulnerabilidade climática, os diferenciais de rendimento e de ocupações entre homens e mulheres são maiores do que em outras regiões. Também se espera que os programas de transferência de renda sejam importantes na composição da renda familiar, principalmente das famílias chefiada por mulheres. Serão realizadas análises descritivas, tendo como principal fonte de dados o survey realizado pela pesquisa domiciliar “Vulnerabilidade e Adaptação no Nordeste Brasileiro: Perspectivas Locais e Regionais sobre a Urbanização no Seridó Potiguar". Espera-se que os resultados deste estudo sinalizem o nível de vulnerabilidade econômica que a mulher enfrenta na região do Seridó Potiguar, contribuindo para a elaboração e o planejamento de políticas públicas e econômicas, que tenham como objetivo mitigar as desigualdades de gênero no contexto da seca.    


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 1225734 - JORDANA CRISTINA DE JESUS
Presidente - 1715284 - LUANA JUNQUEIRA DIAS MYRRHA
Interno - 167.649.538-05 - SILVANA NUNES DE QUEIROZ - URCA
Externo ao Programa - 1149543 - VALDENIA APOLINARIO
Notícia cadastrada em: 17/08/2018 10:22
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2020 - UFRN - sigaa19-producao.info.ufrn.br.sigaa19-producao