Banca de QUALIFICAÇÃO: VALDENIZ DA SILVA CRUZ JUNIOR

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : VALDENIZ DA SILVA CRUZ JUNIOR
DATA : 17/08/2018
HORA: 09:00
LOCAL: Auditório do CCET
TÍTULO:

Fatores associados aos acidentes de trânsito com vítimas graves no período 2007-2017: uma análise para os trechos urbanos das BR 101, 116 e 230 na Região Nordeste


PALAVRAS-CHAVES:

Acidentes de trânsito; Polícia Rodoviária Federal; Rodovias Federais; Região Nordeste; Tríade comportamento-via-veículo


PÁGINAS: 70
RESUMO:

A dinâmica dos padrões de morbidade e mortalidade vem apontando os acidentes de trânsito como uma das causas externas que têm dizimado milhões de indivíduos em todo o mundo e deixado outros com sequelas físicas e psicológicas que podem ser carregadas por toda a vida. Ao nível institucional, esses eventos também se caracterizam como um elevado ônus para os sistemas de saúde, previdência e segurança pública, sobretudo nos países em desenvolvimento, sendo a Região Nordeste do Brasil destacada dentro desse cenário. Esses impactos têm chamado a atenção de pesquisadores de diferentes áreas na última década, motivando a realização de estudos que procuram entender melhor os fatores que influenciam essas ocorrências, os quais geralmente são segregados de acordo com a tríade epidemiológica comportamento-via-veículo. Nessa perspectiva, torna-se de fundamental importância estudos desse tipo considerando áreas lindeiras às rodovias, sobretudo naquelas com intensos e desordenados uso e ocupação do solo, uma vez que são as regiões com grande fluxo de indivíduos e veículos. Dessa forma, o presente estudo tem como objetivo identificar os fatores associados à ocorrência de acidentes de trânsito com vítimas graves entre condutores de automóvel e motocicleta nos trechos urbanos das rodovias federais BR 101, 116 e 230 na Região Nordeste, no período 2007-2007, de acordo com a tríade epidemiológica. Para atingir o objetivo proposto serão utilizados os dados de acidentes de trânsito disponibilizados pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) entre 2007 e 2017, pelos quais são possíveis identificar diferentes características do condutor, da via, do ambiente e do veículo. A base de dados do estudo será composta pelos indivíduos maiores de 18 anos condutores de motocicleta ou automóvel no momento da ocorrência. O acidente de trânsito grave é considerado como aquele resultante em condutores com lesões graves ou falecidos. Esse projeto propõe como análise a aplicação de modelos de regressão de resposta binária para avaliar quais fatores se associam ao desfecho de interesse (ocorrência/não ocorrência de acidentes graves. Os resultados preliminares mostram que, entre 2007 e 2017, as ocorrências de acidentes de trânsito nos trechos urbanos da BR 101 se concentraram na Bahia, Pernambuco e Rio Grande do Norte, enquanto na BR 116 eles se concentraram na Bahia e Ceará, e na BR 230, nos trechos urbanos da Paraíba. Nas três rodovias, as colisões foram os tipos de acidentes mais prevalentes, bem como as causas relacionadas aos aspectos do condutor. A prevalência de óbito/lesões graves entre condutores de automóvel variou entre 0,83% (BR 230, em 2012) e 11,9% (BR 101, em 2017). Por outro lado, a prevalência de falecidos e feridos graves entre condutores de motocicleta variou entre 19,7% (BR 230, em 2008) e 66,1% (BR 101, em 2017). Os maiores aumentos percentuais de falecidos e feridos graves foram observados na BR 101, no período 2016-2017: automóvel (252,5%) e motocicleta (149,8%). 


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - ANA CAROLINA SOARES BERTHO
Interno - 1855608 - KARINA CARDOSO MEIRA
Presidente - 2081758 - LUCIANA CONCEICAO DE LIMA
Notícia cadastrada em: 07/08/2018 16:49
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2020 - UFRN - sigaa06-producao.info.ufrn.br.sigaa06-producao