Banca de QUALIFICAÇÃO: ALAN CHARLES DANTAS EMILIANO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : ALAN CHARLES DANTAS EMILIANO
DATA : 28/08/2017
HORA: 14:30
LOCAL: Sala 04 do DDCA
TÍTULO:

FATORES SOCIOECONÔMICOS E SUA RELAÇÃO NA TRANSIÇÃO ENTRE OS NÍVEIS EDUCATIVOS NAS REGIÕES NORDESTE E SUDESTE DO BRASIL 


PALAVRAS-CHAVES:

EDUCAÇÃO; ENSINO; MULTIESTADO; TRANSIÇÃO


PÁGINAS: 38
RESUMO:

O Ministério da Educação, através do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP), disponibiliza uma série de banco de dados e informações de suma importância para os pesquisadores da área da educação e afins. Os bancos de dados de maior interesse são o Censo Escolar e o Censo da Educação Superior. É através deles que podemos estudar alguns indicadores educacionais como aqueles que são utilizados para medir o rendimento escolar e a eficiência do sistema de ensino por parte dos fluxos escolares (taxas de transição). Esses indicadores dão conta da eficiência interna no sistema educativo relacionados ao processo educativo em desenvolvimento. Segundo o INEP, os indicadores educacionais atribuem valores estatísticos à qualidade do ensino, atento não somente ao desempenho dos alunos, mas também ao contexto socioeconômico em que os alunos e as escolas estão inseridos. Eles são úteis principalmente para o monitoramento dos sistemas educacionais, considerando o acesso, a permanência e a aprendizagem de todos os alunos. Dessa forma, a analises desses indicadores contribuem para a criação de políticas públicas voltadas para a melhoria da qualidade da educação e dos serviços oferecidos à sociedade por parte da escola. Além disso, os indicadores educacionais possibilitam as análises e o cálculo referente a trajetória escolar dos alunos. A finalidade dos indicadores educacionais de transição está em informar sobre a trajetória do estudante na educação, operacionalizadas por níveis educativos. Esses níveis, segundo o INEP, representam a complexidade do conteúdo educativo e estão associados ao desenvolvimento cognitivo do indivíduo e a idade. Para alguns demógrafos como Rios-Neto, os indicadores educacionais de transição representam uma importante ferramenta para analisar a transição do aluno no sistema escolar, num determinado nível de ensino. No entanto, fatores de condição socioeconômica provavelmente podem estar envolvidos no processo de transição de um indivíduo passar de um nível educativo para outro, ou seja, as desigualdades socioeconômicas são fatores que possivelmente podem estar relacionados a passagem de um indivíduo transitar do Ensino Fundamental para o Ensino Médio e da passagem do Ensino Médio para o Ensino Superior. Sendo assim, o objetivo geral desse estudo é avaliar quais fatores de condição socioeconômica da população em idade escolar (6 aos 24 anos) estão relacionadas as evidências de baixas probabilidades de passagem de um nível educativo para outro. Para isso, utilizaremos como fontes e métodos o banco de dados do Questionário da Amostra do Censo Demográfico de 2000 e 2010 e do método de análise multiestado. O método multiestado é usado na demografia com foco no uso de probabilidade de transição para calcular indicadores que resumem, por exemplo, a expectativa de vida, alem de estudar o impacto dessas probabilidades de transição sobre a dinâmica de grupos populacionais.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - CEZAR AUGUSTO CERQUEIRA - UNICAP
Interno - 1346605 - FLAVIO HENRIQUE MIRANDA DE ARAUJO FREIRE
Presidente - 1688188 - MOISES ALBERTO CALLE AGUIRRE
Notícia cadastrada em: 17/08/2017 10:52
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2020 - UFRN - sigaa05-producao.info.ufrn.br.sigaa05-producao