Banca de QUALIFICAÇÃO: LEÔNIDAS PETRUCIO DUTRA PEDROSA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : LEÔNIDAS PETRUCIO DUTRA PEDROSA
DATA : 16/12/2016
HORA: 14:30
LOCAL: Sala 04 do DDCA
TÍTULO:

Migração e vulnerabilidade no Seridó potiguar: uma análise do perfil do emigrante


PALAVRAS-CHAVES:

migração; vulnerabilidade; Rio Grande do Norte


PÁGINAS: 71
RESUMO:

A microrregião conhecida como Seridó do Rio Grande do Norte - RN fica inserida no semiárido setentrional nordestino, que é caracterizado por apresentar fenômenos climáticos extremos como os longos períodos de estiagem. Além disso, historicamente, o referido espaço apresenta baixos índices de desenvolvimento econômico em comparação com as áreas mais desenvolvidas do estado do RN, localizadas na faixa litorânea leste, principalmente aquelas que englobam a Região Metropolitana de Natal. Tal conjuntura, que alia problemáticas ambientais com condições precárias de vida e baixos índices de desenvolvimento humano, acabou contribuindo para a formação de uma gama de municípios que apresentam uma população com alta vulnerabilidade socioambiental e com baixa capacidade de resposta aos longos períodos de escassez de água. Tais fatores construíram dificuldades para o desenvolvimento da reprodução social de sua população e contribuiu para que ampla gama de indivíduos adotasse a emigração da região como uma forma de adaptação ao fenômeno. Dessa forma, o supracitado espaço apresenta uma dinâmica populacional que nos permite analisar, a partir dos perfis socioeconômicos dos emigrantes e da população não migrante, se a opção por migrar funcionou como forma de resposta às secas. Nesse sentido, a fim de realizar uma leitura demográfica dessa região geográfica, serão analisadas e comparadas as características individuais como renda per capita das residências, nível de instrução e idade dos indivíduos migrantes e dos residentes do Seridó/RN, já que esses são elementos que nos permitiram compreender os impactos desses fluxos migratórios para a dinâmica demográfica local, como também o quanto essa emigração funcionou na adaptação às secas.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - ALISSON FLAVIO BARBIERI - UFMG
Interno - 1346605 - FLAVIO HENRIQUE MIRANDA DE ARAUJO FREIRE
Presidente - 1880578 - RICARDO OJIMA
Notícia cadastrada em: 12/12/2016 11:29
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2020 - UFRN - sigaa19-producao.info.ufrn.br.sigaa19-producao