Banca de DEFESA: HERICK CIDARTA GOMES DE OLIVEIRA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: HERICK CIDARTA GOMES DE OLIVEIRA
DATA: 24/02/2016
HORA: 10:00
LOCAL: Sala 04 do DDCA
TÍTULO:

Migração de retorno para a região do Semiárido Setentrional Brasileiro: evidências do período 2000-2010


PALAVRAS-CHAVES:

Fluxos migratórios; Migração de retorno; Semiárido setentrional


PÁGINAS: 90
GRANDE ÁREA: Ciências Sociais Aplicadas
ÁREA: Demografia
RESUMO:

Esta dissertação analisa o fenômeno migratório, em especial o movimento de retorno dos migrantes. O surgimento das correntes migratórias pode ser compreendido a partir de fatores de mudança e estagnação na região de origem e a partir de fatores de atração nas regiões de destino. A busca por melhores oportunidades de emprego e renda na região de destino, constitui-se como um dos principais fatores que motivam os migrantes na tomada de decisão para deixar a sua região de nascimento em direção à regiões consideradas polos de atração. No Brasil, a dinâmica migratória acentuou-se no período compreendido entre 1930 e 1970, que foi marcado por um acelerado avanço econômico, dado de maneira desigual entre as grandes regiões do país. Assim, com a presença de fortes diferencias regionais no país, apresentou-se um dos maiores fenômenos da dinâmica migratória nacional, destacando-se a saída de inúmeros nordestinos em direção ao Sudeste brasileiro. Neste processo, o estado de São Paulo destacou-se como o principal destino deste fluxo. A partir da década de 1980, o país, especialmente  os grandes centros urbanos, passou por diversas transformações econômicas, com intensificação de crises de desemprego, descentralização e reestruturação produtiva e aumento da violência, produzindo aos movimentos migratórios novos contornos, destacando-se um movimento de retorno de parte dos emigrantes, em direção a sua região de nascimento. O objetivo desta dissertação é analisar o processo de migração de retorno nos períodos 1995/2000 e 2005/2010 no Semiárido Setentrional Nordestino, composto por 755 municípios localizados acima do rio São Francisco, nos estados do Rio Grande do Norte, Ceará, Paraíba, Pernambuco, Alagoas e Piauí. Este recorte geográfico é caracterizado por uma intensa dinâmica migratória, motivada por menor incidência de chuvas e maior ocorrência de secas que em todo o Nordeste e com impactos significativos no desenvolvimento econômico da região. Utiliza-se como fonte de dados os Censos Demográficos de 2000 e 2010, onde estão presentes diversas variáveis sobre o tema de migração, adotando-se o critério de migrante de data fixa. Foram realizadas análises dos totais de retornados no semiárido setentrional e seu perfil sociodemográfico. Adotou-se o modelo de regressão logistica binária para identificar as caracteristicas sociodemograficas associadas aos migrantee de retorno.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2016026 - JOSE VILTON COSTA
Interno - 102.396.358-25 - WILSON FUSCO - FJN
Externo à Instituição - SILVANA NUNES DE QUEIROZ - URCA
Notícia cadastrada em: 24/02/2016 09:22
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2020 - UFRN - sigaa28-producao.info.ufrn.br.sigaa28-producao