Banca de DEFESA: WILMARA MARTINS DA COSTA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: WILMARA MARTINS DA COSTA
DATA: 15/05/2015
HORA: 14:00
LOCAL: Auditório do CCET
TÍTULO:

ANÁLISE DAS RELAÇÕES PESSOAIS E DA RELAÇÃO COM O SABER NA ESCOLA PÚBLICA: INVESTIGAÇÃO NA ESCOLA ESTADUAL PROFESSORA JUDITH BEZERRA DE MELO


PALAVRAS-CHAVES:

Palavras-Chave: Análise de Redes Sociais na escola pública; Redes Pessoais; Análise de Redes Sociais e Capital social; Aprendizagem; Estudo de caso


PÁGINAS: 120
GRANDE ÁREA: Ciências Sociais Aplicadas
ÁREA: Demografia
RESUMO:

Este trabalho propõe-se a estudar o contexto educacional sob a perspectiva de investigação da Análise de Redes Sociais, no sentido de analisar estrutura relacional das redes pessoais dos alunos da 2ª série do Ensino Médio na Escola Estadual Professora Judith Bezerra de Melo, em termos de apoio e transição de informação e seus efeitos no processo de aprendizagem. O objetivo geral deste estudo é investigar os efeitos das redes de relações pessoais na formação de capital social, bem como, a influência desse na aprendizagem do aluno no âmbito escolar. Nesse sentido, o estudo trás reflexões sobre o contexto social, as estruturas das redes em que estão inseridos esses alunos e os efeitos destas no seu comportamento individual, pois se mostram como aspectos importantes para compreender o campo de relações ao qual estão expostos, podendo trazer elementos que expliquem a sua condição educacional recente. Foram analisadas as estruturas das redes dos alunos e um conjunto de fatores associados à aprendizagem, a fim de descrever como o capital social presente nas relações possibilita ou bloqueia o processo de aprendizagem dos conteúdos escolares. Diante disso, parte-se da hipótese de que, a desigualdade, em termos da distribuição de capital social presente nas relações pessoais, tende a ser um dos fatores explicativos para compreender as dificuldades referentes ao processo de aprendizagem dos alunos no ambiente da escola. Como método de investigação das relações estabelecidas pelos indivíduos estudados, foi utilizado o aporte teórico e metodológico da Análise de Redes Sociais, no sentido de investigar o aspecto estrutural das redes individuais e ao explorar o potencial explicativo destas redes e do capital social que surge da sua disposição estrutural na análise da aprendizagem do aluno. Foi realizado o estudo de caso para explorar em profundidade os aspectos relevantes ao problema da pesquisa dentro de um período de tempo limitado, que abrange o ano de 2014. Para o levantamento do campo de relações foi solicitado a cada aluno que indicasse outras pessoas para compor a sua rede, tanto ao qualificar a relação em referente ao tipo e ao grau de relacionamento com esses contatos como também a relação entre eles, o questionário utilizado nessa fase foi classificado como gerador de nomes, tal instrumento serviu de base para a construção da matriz relacional e dos grafos utilizados na análise dos dados. Além de responder um bloco de questões sociodemográficas que serviram para gerar atributos, caracterizar a estrutura de relações e para construção das variáveis relacionadas com a aprendizagem. Com essa discussão, percebe-se que a Análise de Redes Sociais é uma ferramenta significante para compreender as estruturas relacionais e que apesar da abstração do conceito de aprendizagem foi observado que o capital social tem influencia relativamente baixa sobre ela, porém deve-se destacar que o tamanho da amostra é pequeno o que limitaria os resultados encontrados.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1688188 - MOISES ALBERTO CALLE AGUIRRE
Interno - 6345253 - PAULO CESAR FORMIGA RAMOS
Externo à Instituição - WEBER SOARES - UFMG
Notícia cadastrada em: 04/05/2015 11:03
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2020 - UFRN - sigaa12-producao.info.ufrn.br.sigaa12-producao