Banca de QUALIFICAÇÃO: INGRID FREITAS DA SILVA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: INGRID FREITAS DA SILVA
DATA: 04/04/2014
HORA: 09:00
LOCAL: SALA 5, ANEXO CCET
TÍTULO:

UM RETRATO DO ESTADO NUTRICIONAL DE CRIANÇAS MENORES DE 5 ANOS E IDOSOS: DIFERENCIAIS REGIONAIS, SOCIAIS E DEMOGRÁFICOS, BRASIL, 2009


PALAVRAS-CHAVES:

Estado nutricional, Inquéritos Demográficos, Indicadores sociodemográficos.


PÁGINAS: 60
GRANDE ÁREA: Ciências Sociais Aplicadas
ÁREA: Demografia
RESUMO:

A transição demográfica, que iniciou-se com a queda das taxas de mortalidade, e, posteriormente, prosseguindo com a queda das taxas de natalidade, provocou fortes mudanças na estrutura etária populacional do Brasil, onde pode-se citar uma redução na proporção de crianças e aumento na proporção da população idosa. Sob o aspecto demográfico, vive-se um momento oportuno, com condições favoráveis para se solucionar antigos problemas e se preparar para as demandas futuras. Focando-se em grupos populacionais específicos, tem-se, por um lado, a população infantil, que por apresentar percentual reduzido na população permite melhor e mais adequada alocação de recursos públicos, principalmente nas áreas de educação e saúde. Por outro, a saúde do idoso também é temática de grande interesse de estudo atualmente. Não obstante, as condições nutricionais destes grupos apresentam forte relevância sob este prisma, já que o estado nutricional correlaciona-se diretamente com as condições de capacidade/incapacidade e morbimortalidade.Deve-se considerar ainda que o processo de envelhecimento populacional no Brasil vem constituindo-se como um dos maiores desafios no delineamento de políticas públicas, principalmente aquelas voltadas às áreas de saúde e seguridade social. Neste sentido, o presente trabalho tem por objetivo diagnosticar padrões de estado nutricional de crianças menores de 5 anos e indivíduos acima de 60 anos no Brasil no período de 2008-2009, compreendendo os fatores condicionantes no processo de construção dos perfis nutricionais apresentados, de modo a auxiliar no desdobramento de políticas públicas específicas segundo peculiaridades sociais, demográficas e regionais do país. Utilizou-se dados da Pesquisa de Orçamento Familiar (POF - 2008/2009) de crianças menores de 5 anos de idade (n = 14.569) e indivíduos com idade igual ou superior a 60 anos (n = 20.073). Para as crianças o estado nutricional foi classificado segundo os índices Peso-para-idade, Estatura-para-idade e Peso-para-estatura e para os idosos, segundo o Índice de Massa Corporal (IMC). Para verificar a associação entre variáveis sociais e demográficas com o estado nutricional utilizou-se o teste de associação de Pearson, regressões logísticas e análises de correspondência. Resultados preliminares demonstram que as situações de déficit nutricional apresentam-se mais prevalentes em grupos populacionais de maior vulnerabilidade social e econômica, em contrapartida, o sobrepeso e a obesidade demonstram caráter heterogênico ao distribuir-se em grupos populacionais com distintas características.

 


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 350691 - MARIA HELENA CONSTANTINO SPYRIDES
Interno - 1346630 - LARA DE MELO BARBOSA ANDRADE
Externo ao Programa - 2149611 - CLELIA DE OLIVEIRA LYRA
Externo à Instituição - ROBERTO DO NASCIMENTO RODRIGUES - UFMG
Notícia cadastrada em: 28/03/2014 11:38
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2020 - UFRN - sigaa04-producao.info.ufrn.br.sigaa04-producao