Seminários em Neurociências 2012.2 - Extraordinário

Data: 27/11

Dia: Terça-feira

Hora: 15h45

Local Biblioteca do ICe-UFRN

Palestra: Memória, Emoções, Afetos

Palestrante:Rémy Lestienne é físico e neurocientista, pesquisador emérito do CNRS, estudou mecanismos de codificação neural, e publicou recentemente uma série de livros sobre a epistemologia do tempo, o cérebro e o conhecimento.

Instituição: CNRS, Paris, França

 

Além do cérebro cognitivo, que pensa e calcula para agir, existe o cérebro afetivo, pois sabe-se que o comportamento dos animais superiores e do homem depende do valor afetivo dado às informações recebidas do mundo.  Para isso, um sistema nervoso distinto do cérebro cognitivo – mas estreitamente relacionado a ele – desenvolveu-se fortemente ligado ao sistema da memória. Nos animais, o chamado sistema límbico desenvolveu-se inicialmente para proteção de perigos, graças às emoções negativas (temor) e às reações imediatas que elas evocam. Mas a evolução específica que seguiu a linhagem humana permitiu privilegiar emoções positivas, tais como a alegria, o apego e o amor.


Como a nossa vida afetiva participa na edificação do cérebro e condiciona nossa capacidade de memorização? Qual é o papel dos centros do sistema límbico, em particular a amídala e o hipocampo? E como os sistemas neuromodulatores (e.g., dopamina, noradrenalina) intervêm no processo de memorização de fatos importantes? Como o sistema de neurônios-espelho permite a imitação, a empatia, e, em relação com o sistema límbico, o diálogo como outros? Por que e como somos feitos para a vida social? Enfim, porque nosso cérebro se constrói em parte através do diálogo como outros, como se formam memórias coletivas, e como elas estão tingidas de afetividade?

 

 

Notícia cadastrada em: 23/11/2012 15:27
SIGAA | Superintendência de Informática - (84) 3215-3148 | Copyright © 2006-2019 - UFRN - sigaa09-producao.info.ufrn.br.sigaa09-producao