Seminários em Neurociências 2011.2

Influências exógenas e endógenas sobre a speech ABR

Rafael Laboissière  (Brain Dynamics and Cognition Team, Lyon Neuroscience Research Center)

Desde a sua descoberta cerca de 40 anos, a audiometria do tronco cerebral (auditory brainstem response, ABR) tem sido o objeto de diversos estudos

experimentais e é usado rotineiramente em estudos clínicos. Tradicionalmente, os cliques e sinais senoidais foram usados como

estímulos. Mais recentemente, estímulos mais ecológicos e mais complexos, tais como os sinais de fala, estão sendo utilizados. O objetivo é

entender como as características físicas e relevantes da fala são codificadas no tronco cerebral.

 

Nesta palestra vou apresentar os resultados de um experimento em speech ABR cujo intuito era o estudo da representação temporal de seqüências de

fonemas. Estudamos especificamente as sílabas /ba/ e /pa/ compostas da mesma vogal /a/ e que se distinguem pela duração da vocalização da

consoante inicial (/b/ ou /p/). O objetivo final é estudar os mecanismos neurais início a codificação das características fonéticas.

 

Para isso, a resposta do tronco cerebral foram coletados em 21 indivíduos não patológicos utilizando eletrodos de superfície. Os sinais

filtrados entre 80 Hz e 1,5 kHz foram foram analisados em um intervalo de latência máxima de 40 ms, utilizando a transformação wavelet discreta

(DWT) e uma técnica de correlação cruzada.  Possíveis interpretações em termos de influências exógenas (geradores neuronais localizados no tronco

cérebral) ou endógenas (influências corticofugais presente durante a resposta contínua em freqüência, FFR) serão discutidos.

 

Local: Sala 3 – 1º. andar - Escola de Ciências e Tecnologia / UFRN

Campus Universitário Lagoa Nova, 59078-970 - Natal - RN

Tel: +55 (84) 9193 – 6311 (Instituto do Cérebro)

Mapa: http://www.ect.ufrn.br/en/node/10

 

Notícia cadastrada em: 22/08/2011 09:25
SIGAA | Superintendência de Informática - (84) 3215-3148 | Copyright © 2006-2019 - UFRN - sigaa10-producao.info.ufrn.br.sigaa10-producao